Está aqui

Estudo

Nisa é o concelho mais barato para comprar casa

O município de Nisa é um dos três concelhos portugueses onde comprar casa é mais barato, entre Penamacor e Castelo Rodrigo, adianta um estudo da plataforma imobiliária Idealista.

De acordo com o Dinheiro Vivo, este top 3 faz parte de uma lista de 25 municípios com os preços mais baixos, sendo que em 11 deles o valor do metro quadrado está abaixo dos 500 euros.

no ranking abaixo dos 500 euros por metro quadrado, encontram-se Nisa (427 euros/m2) e Crato (431 euros/m2) e Gavião (466 euros/m2), em Portalegre.

Portugal tem “localização inigualável” para centros de dados

Portugal foi apontado como um dos países “mais estáveis, abertos e favoráveis para negócios na União Europeia em termos de inovação, digitalização e conhecimento técnico”, tendo uma “localização inigualável para data centres que se comprometem com as melhores práticas em regras de proteção de dados”.

As conclusões são de um estudo realizado pela sociedade de advogados internacional baseada nos Estados Unidos Akin Gump Strauss Hauer & Feld, e pela sociedade de advogados portuguesa PLMJ, denominado “Embracing the Challenges of Digital Transformation”.

Setor da Cultura no Alentejo deve qualificar recursos humanos

O estudo “Cultura no pós Alentejo 2020”, elaborado pelo Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC), recomenda a qualificação dos recursos humanos, a criação de instâncias de mediação nos programas de financiamento e o alargamento das redes a mais estruturas no setor da cultura no Alentejo.

Cuba propõe estudo independente sobre aeroporto de Beja

O presidente da Câmara Municipal de Cuba, João Português, propôs a realização de um estudo independente sobre “as capacidades de resposta” do Aeroporto de Beja, para avaliar a possibilidade deste ser uma alternativa a Lisboa e Faro.

Em declarações à agência Lusa, o autarca explicou que “o que pretendemos é que haja dados concretos sobre a capacidade de resposta do Aeroporto de Beja”, uma vez que “não há nada nem ninguém que nos diga” se este “tem ou não capacidade para ser uma alternativa a esses dois aeroportos”.

Évora é a melhor cidade para viver, visitar e fazer negócios

A cidade de Évora é a melhor para viver, visitar e fazer negócios no Alentejo, de acordo com os resultados do estudo “Portugal City Brand Ranking”, da consultora Bloom Consulting.

De acordo com a empresa, o “Bloom Consulting Portugal City Brand Ranking” relativo a 2021 avalia o desempenho socioeconómico dos 308 municípios quanto à captação de novos investidores, turistas e novos residentes, segundo variáveis como dados estatísticos oficiais, procuras e pesquisas online pelos concelhos, assim como o desempenho destes nos seus sites e redes sociais.

Baixo Alentejo apresenta piores resultados na educação

O relatório “Resultados Escolares: Sucesso e Equidade”, publicado recentemente pela Direção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência (DGEEC), revelou que as escolas da região do Baixo Alentejo obtêm resultados menos positivos quando comparados com as escolas do Norte do país, no que diz respeito aos 1.º, 2.º e 3.º ciclos de ensino.

Grupo Nabeiro: Açores poderão ter “potencial” para produzir café

O grupo Nabeiro – Delta Cafés fez um estudo sobre o “potencial” dos Açores para a produção de café, desenvolvido nos últimos dois anos, que entregou agora ao Governo Regional dos Açores.

Rui Miguel Nabeiro, presidente executivo do grupo, disse à Lusa que o estudo foi entregue “há 15 dias” ao Governo Regional dos Açores, tendo o mesmo sido desenvolvido pela International Coffee Partners.

Obras de arte de igreja em Grândola são alvo de estudo científico

Um conjunto de obras de arte da Igreja de Santa Margarida da Serra, em Grândola, está a ser alvo de estudo no âmbito do projeto de investigação ARILA – Artistic Resources and Influences of Local Artists.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Grândola refere que as obras em questão se tratam de três pinturas sobre tela e oito pinturas sobre madeira, e que a sua análise teve início no mês de fevereiro, depois da Arterestauro, Conservação de Bens Culturais, Lda. ver aprovada a sua candidatura ao projeto.

Covid-19 - Estudo internacional revela que a compaixão e a conexão social reduzem o risco de stress pós-traumático

A compaixão e a ligação aos outros são fatores que reduzem o risco de desenvolvimento de stress pós-traumático no contexto da atual pandemia de Covid-19. Em oposição, a desconexão social, marcada pela solidão e pelo medo da compaixão, potencia esta perturbação psicológica. A conclusão é de um estudo internacional multicêntrico liderado por uma investigadora da Universidade de Coimbra (UC).

Universidade de Évora quer estudar repercussões da pandemia na economia

Um projeto da Universidade de Évora (UÉ) que pretende compreender as repercussões da pandemia de covid-19 na economia e na população portuguesa vai avançar com o apoio de fundos comunitários, no valor de 105 mil euros.

Em comunicado, a academia alentejana adianta que o projeto “Monitorização da Recuperação – Proposta de modelo conceptual e de metodologia para a monitorização da recuperação económica e social de Portugal em contexto pandémico de COVID-19 e pós-pandemia” viu a sua candidatura ao Programa Operacional Assistência Técnica (POAT), do PORTUGAL 2020, aprovada.

Páginas