Está aqui

Corticeira Amorim

Corticeira Amorim toca os 20 milhões de lucro no primeiro trimestre

A Corticeira Amorim aumentou lucros para 19,9 milhões no primeiro trimestre, conforme indicação daquela empresa enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Ali a Corticeira Amorim indica que a sua atividade se mostrou imune à pandemia de covid-19 até março, mas estima quebras para os meses de abril, maio e junho.

A Corticeira Amorim fechou o primeiro trimestre de 2020 com lucros de 19,9 milhões de euros, o que representa um aumento de 6,8%, em comparação com igual período do ano passado. As vendas neste período subiram 0,7%, para 203,7 milhões.

Corticeira Amorim com lucros de 75 milhões de euros

A Corticeira Amorim obteve lucros de 75 milhões de euros em 2019, ainda assim, uma quebra de 3,2%. A corticeira portuguesa realizou, no ano passado, 781,1 milhões de euros em vendas. Estes valores representam um crescimento de 2,4% face a 2018,

Em função destes lucros, o conselho de administração da empresa decidiu propor à assembleia geral de acionistas a distribuição de um dividendo bruto de 0,815 euros por ação.

 

Imagem de emaze.com

Amorim lança última geração de pavimentos em cortiça com pegada de carbono negativa

A Amorim Revestimentos, da Corticeira Amorim, lançou um pavimento totalmente personalizado na Alemanha.

A Amorim Revestimentos fez a apresentação no novo material na Domotex, a mais importante feira de revestimentos do mundo, realizada de 10 a 15 de janeiro, em Hannover, na Alemanha. Trata-se da nova coleção Cork Pure Signature e que reforça a aposta da empresa na nova geração de pavimentos Amorim WISE, produtos à base de cortiça, materiais reciclados e com pegada de carbono negativa.

Corticeira Amorim vale 1500 milhões de euros na bolsa

A Corticeira Amorim é a maior empresa de transformação de cortiça no mundo, com vendas consolidadas superiores a 760 milhões de euros e presença em mais de 100 países – afirmou António Rios Amorim.

A intervenção foi feita no evento comemorativo dos 150 anos da primeira fábrica do grupo, onde António Amorim referiu que a empresa exporta 93% da sua produção, tendo a maior rede de distribuição do mundo, com um total de 51 empresas, como avança hoje  Vida Económica.

Rolha de enroscar da Corticeira Amorim pretende combater plástico e alumínio

A Corticeira Amorim considera que rolha de cortiça vai ganhar quota ao plástico e ao alumínio. Esse será um dos eixos de crescimento do negócio, que faz 150 anos em 2020. Outro eixo será o das aquisições, “táticas, não big bangs”, revela o CEO, António Rios Amorim.

No ano em que se celebram os 150 anos do Grupo Amorim, o Jornal de Negócios destaca a história daquela que é líder mundial da cortiça.

2000 novos sobreiros plantados em Alcácer do Sal

Foram plantados ontem, sábado, 2000 novos sobreiros na Herdade Castelo de Arez, propriedade da Santa Casa da Misericórdia, concelho de Alcácer do Sal.

A iniciativa pertence à Corticeira Amorim que, numa parceria com a Quercus, com o apoio de mais de 100 voluntários da Corticeira e representantes da Quercus, plantou 2000 novos sobreiros numa iniciativa que reforça a floresta de sobro no litoral norte alentejano.

A plantação é apoiada, então, pelo projeto Green Cork, da Quercus, do qual a Corticeira Amorim é parceira.

Corticeira Amorim vai desenvolver interiores do primeiro comboio português

A CP juntou a Faculdade de Engenharia do Porto, o Instituto Superior Técnico e empresas como a Corticeira Amorim, a Efacec ou a Siemens para criar o primeiro comboio português. A notícia, que está a ser avançada pelo Público, refere que o primeiro comboio português vai ter o motor desenvolvido pela Efacec, a caixa pela Salvador Caetano, os moldes, cablagens e portas pela Associação de Fabricantes Indústria Automóvel, os interiores pela Almadesign e a Amorim e o grupo Sermec, especialista em metalomecânica de precisão e que trabalha com a Airbus.

Amorim quer acabar com a “lei da rolha” na cortiça

A Corticeira Amorim produz mais de 25 milhões de rolhas, mas o seu CEO acredita que o futuro passará cada vez mais por outras aplicações. Segundo o Dinheiro Vivo, numa peça assinada por pela jornalista Ana Sanlez, em 2020 haverá cinco instalações em Nova Iorque patrocinadas pela líder mundial do setor.

Corticeira Amorim investe mais 5 milhões de euros em aquisições internacionais

A Corticeira Amorim acaba de comprar por 5 milhões de euros mais 10% da francesa Bourrassé.

Após o fecho de contas do primeiro semestre deste ano, a Corticeira Amorim adquiriu, por 11 milhões de euros, 50% da checa Vinolok, e aplicou mais cinco milhões no reforço da sua participação na francesa Bourrassé para 70% do capital da empresa.

Corticeira Amorim compra metade da checa Vinilok por 11 milhões

A Corticeira Amorim adquiriu metade de empresa de vedantes da República Checa Vinilok. A empresa da família Amorim investiu 10,99 milhões de euros por 50% da Vinolok, especialista em vedantes de vidro para garrafas de vidro e espirituosos. Em comunicado enviado pela Amorim à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Corticeira Amorim declara que “celebrou um acordo para a aquisição de 50% da sociedade Vinolok, a.s., sedeada em Jablonec nad Nisou, República Checa.

Páginas