Está aqui

Corticeira Amorim

Corticeira Amorim vai investir mais de 7 milhões de euros na plantação de sobreiros

O Grupo Amorim prepara-se para investir de 7 a 10 milhões em plantações de sobreiro, com o objetivo de dar resposta à procura de cortiça e aumentar produção em 30%

Segundo a edição de hje do DN a meta do grupo é plantar 50 mil hectares em Portugal na próxima década, o que corresponde a um aumento da área total de montado de sobro do país em 7%.

Corticeira Amorim aumenta lucros para 77,4 milhões de euros

Os lucros da Corticeira Amorim atingiram em 2018 os 77,4 milhões de euros, um aumento de 6% face ao ano anterior. A contribuir para estes resultados estiveram as vendas de rolhas, que aumentaram 11,9%. Os lucros da empresa, antes de juros, impostos, depreciação e amortização, chegaram aos 134,0 milhões de euros.
 

Amorim cria pavimento em cortiça com pegada de carbono negativa

Wise, o novo pavimento da Corticeira Amorim, disruptivo pela inovação, vai ser apresentado na Domotex em Hannover, Alemanha, uma feira que se realiza de 11 a 14 de Janeiro, integralmente feito de cortiça e materiais reciclados, totalmente livre de PVCs, cujo resultado é uma pegada de carbono negativa.

Para esta nova geração de pavimentos em cortiça, a empresa investiu 12 milhões de euros.

Voluntários plantam 2 mil novos sobreiros no Alentejo

A partir de amanhã a herdade Monte da Torre, em Galveias, Ponte de Sor, vai contar com dois mil novos sobreiros, plantados por voluntários, com o apoio da Corticeira Amorim e da Quercus. Ao todo cerca de uma centena de voluntários voltam a esta acção de reflorestação do Alentejo, no montado de sobro, que desde 2011 já plantou mais de vinte mil árvores autóctones.

Desligar ou não fora do trabalho? Na Corticeira Amorim desliga-se totalmente

Embora as mudanças no mundo laboral ocorram a um ritmo muito acelerado e as relações laborais tenham cada vez menos semelhanças com as do século passado, nem tudo são más notícias no que toca aos direitos laborais e ao direito ainda não generalizado de se poder desligar telefones, mails, etc, depois do horário de trabalho, ou no período de férias.

Cortiça portuguesa em Marte

É verdade: a cortiça portuguesa vai chegar a Marte; a corticeira Amorim desenvolveu escudos térmicos em cortiça e que vão proteger as amostras de solo recolhidas em Marte pela Agência Espacial Europeia, a partir de 2020.

A cortiça reúne um conjunto de características ideais para ser usada neste tipo de iniciativas: é uma matéria prima leve, o que permite economizar combustível, e resistente ao calor e ao fogo, condições essenciais para a reentrada na atmosfera terrestre.

Corticeira Amorim aposta no mercado brasileiro de mobiliário

A Corticeira Amorim juntou numa operação de aposta ao mercado brasileiro de mobiliário a Epoca (marca de mobiliário nacional), em parceria com o Município de Paços de Ferreira e os designers brasileiros Irmãos Campana. Portugal tem já um longo histórico no Brasil em matérias de design e de mobiliário, a que o Grupo Amorim junta agora a cortiça, para explorar as potencialidades do mercado brasileiro.

A Corticeira Amorim é a maior empresa transformadora de produtos de cortiça do mundo, com um volume de negócios superior a 700 milhões de euros e implantada em mais de 100 países.

CORTICEIRA AMORIM COMPRA 70% DA SUECA ELFVERSON POR 5,5 MILHÕES

A Corticeira Amorim comprou 70% da sueca Elfverson por 5,5 milhões de euros através da sua participada Amorim Bartop e ficou ainda com opção de compra dos restantes 30%, que ficará ativa em 2020, por um preço ajustável à performance da empresa nos próximos anos. 

A Corticeira Amorim torna-se assim maioritária da produtora sueca de tops de madeira para rolhas capsuladas, utilizados pelos grandes grupos da indústria de bebidas espirituosas, e que teve no exercício económico de 2017, um volume de negócios de cerca de 4,8 milhões de euros, como avança hoje o ECO.

VOLUNTÁRIOS PLANTAM 2 500 NOVOS SOBREIROS NO ALENTEJO

A iniciativa é da QUERCUS, no âmbito do Projeto Floresta Comum e tem o apoio da Corticeira Amorim, que forneceu os 2 500 sobreiros e que foram plantados este fim-de-semana por 100 voluntários. O destino das árvores foi a Herdade da Fundação Maria Clementina Falcão de Campos, em Ponte de Sor, no Alto Alentejo.

Desde 2011, estima-se que os voluntários da Corticeira Amorim já deverão ter contribuído para a plantação em Portugal de cerca de 18 500 árvores autóctones, com especial preponderância de sobreiros.

Imagem de capa de Vida Rural.

CORTICEIRA AMORIM COMPRA MAIS UMA EMPRESA FRANCESA

A Corticeira Amorim acaba de comprar a empresa francesa Sodiliège.

A maior empresa transformadora de produtos de cortiça do mundo, que terá fechado os primeiros seis meses do ano com lucros de 43,7 milhões de euros, continua as suas aquisições no mercado francês, depois de há cerca de dois meses, ter adquirido por 39 milhões de euros, 60% do grupo francês Établissements Christian Bourrassé, a Corticeira Amorim acaba de fechar mais uma aquisição em França.

Páginas