Está aqui

Agência Portuguesa do Ambiente

Central de Cercal do Alentejo está em “contraciclo” com alterações climáticas

A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, criticou a “luz verde” dada à Central Fotovoltaica de Cercal do Alentejo, em Santiago do Cacém, que está “em contraciclo” com o combate às alterações climáticas.

Central Solar em Cercal do Alentejo obtém parecer ambiental favorável

O projeto de uma central solar, que prevê a instalação de 553 800 painéis fotovoltaicos, em Cercal do Alentejo, no concelho de Santiago do Cacém, obteve Declaração de Impacte Ambiental (DIA) favorável, mas com condicionantes.

De acordo com a agência Lusa, o Título Único Ambiental, emitido pelo Governo, a 29 de julho, refere que a DIA teve decisão favorável, mas condicionada, por parte da Agência Portuguesa do Ambiente.

Nove praias alentejanas a concurso da “Praia Fluvial do Ano”

O “Guia das Praias Fluviais, Zonas Balneares e de lazer” está a organizar uma votação para distinguir as melhores zonas de banhos do interior de Portugal, que decorre até 30 de dezembro.

De acordo com a entidade organizadora, o critério de avaliação é “simples e democrático”: “vencem as praias mais votadas pelo público na plataforma de votação” disponibilizada no site.

Ordenamento da Orla Costeira do Litoral Alentejano em discussão pública

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) alertou para a necessidade de rever o Plano de Ordenamento da Orla Costeira entre o cabo Espichel e Odeceixe, que se estende ao longo de 220 quilómetros. O POC-EO, disponível para discussão pública, abrange as águas marítimas costeiras e interiores e os respetivos leitos e margens, assim como as faixas de proteção marítimas e terrestres inseridas nos municípios de Sesimbra, Setúbal, Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira.

Associação de Beneficiários do Mira repõe caudal do rio

A Associação de Beneficiários do Mira (ABM), em Odemira, já se encontra a dar cumprimento, desde segunda-feira, à determinação para assegurar a manutenção do caudal ecológico daquele rio, disse à Lusa a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Fonte da APA explicou apenas que a associação, que gere a água da albufeira de Santa Clara, já deu cumprimento a uma determinação daquele organismo com vista à libertação de caudais ecológicos para o rio Mira.

Praias costeiras e fluviais do Alentejo podem receber até 43.690 pessoas

As praias costeiras e fluviais do Alentejo podem receber, em simultâneo, um total de 43.690 pessoas esta época balnear, segundo o despacho da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), publicado em Diário da República.

Segundo a Lusa, o documento sobre a capacidade potencial de ocupação das praias para a época balnear deste ano indica que, nesta região, as 39 praias, 30 costeiras e nove fluviais (29 grandes e 10 pequenas), vão ter uma capacidade total de 43.690 pessoas.

Odemira distinguida como “Município Mais Azul”

O município de Odemira foi distinguido pela Agência Portuguesa do Ambiente e pela Coordenação Nacional do Programa Bandeira Azul como “Município Mais Azul”, adianta a Rádio Pax.

De acordo com a autarquia, este “reconhecimento resulta pelo excelente desempenho nas atividades de educação ambiental, realizadas no âmbito do Programa Bandeira Azul 2020”.

Arraiolos pede ação das autoridades para acautelar cultura superintensiva

A Câmara Municipal de Arraiolos manifestou preocupação com os efeitos da plantação de um olival superintensivo no concelho e exigiu a intervenção das autoridades para serem acautelados os impactos no ambiente, avança a Lusa.

Praias de Santiago do Cacém com regras apertadas

No passado dia 20 de junho, as praias do concelho de Santiago do Cacém abriram a época balnear, mas com regras de utilização mais apertadas para garantir a segurança de todos os banhistas, na sequência da pandemia da covid-19.

Lagoa de Santo André vai ser aberta ao Mar

Todos os anos, sempre próximo do equinócio da primavera, dá-se um momento extraordinário na Lagoa de Santo André, no Litoral Alentejano. Falamos do dia em que a Lagoa é aberta ao mar, para a renovação da água da lagoa, a limpeza e lavagem do seu fundo e a entrada de algumas espécies piscícolas, com destaque para os alvins e as enguias. Este ano a abertura da lagoa está prevista para o dia 28 de março, às 16h00, e é feita pela Agência Portuguesa do Ambiente.

Páginas