Está aqui

Teatro

Alentejo Central lança Plataforma Cultural e Criativa

A Plataforma Cultural e Criativa do Alentejo Central que está a ser apresentada aos agentes culturais e criativos da região e é uma iniciativa que envolve 14 municípios, agregados na CIMAC - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, é um projeto de mapeamento, promoção e divulgação cultural e pretende vir a concentrar e promover as atividades culturais e criativas do Alentejo Central.

Brasileiros levam a "A Arte de Enterrar seus Mortos" a Évora

Uma mulher grita. Com o que resta de suas forças, joga um punhado de terra sobre o corpo morto de seu irmão. E assim, se faz uma criminosa. A história é a de Antígona, a princesa banida, que retorna à sua terra natal para cumprir os rituais fúnebres de seu irmão. Mas sua manifestação de amor fraterno a torna uma fora da lei, e como tal, será julgada. 

Hoje é Dia Mundial do Teatro e o Alentejo celebra-o

O Dia Mundial do Teatro é celebrado anualmente a 27 de março. A data foi instituída em 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro e celebrada pela primeira vez em 1962. O objetivo da data é promover a arte do teatro, sendo por isso disponibilizados inúmeros espetáculos gratuitos ou a preços mais acessíveis por esse mundo fora. O Alentejo não é exceção.

Brecht sobe ao palco para despertar consciências

Será pela mão do Grupo Cénico da SOIR Joaquim António d’Aguiar que a peça “As espingardas da senhora Carrar” de Bertolt Brecht, se vai estrear no próximo dia 23 de março, pelas 21:30h.

Com encenação de Luís Varela, a peça trata sobre a Guerra Civil de Espanha, quando se assinalam quase 80 anos do seu fim, e a sua exibição pretende a reflexão sobre o papel do teatro na sociedade e contrariar a tendência para a desagregação da comunidade teatral, contribuindo para a reflexão sobre o estado do mundo.

FLORBELA QUEIROZ SOBE AO PALCO EM PORTEL

O Município de Portel assinala a 27 de Março o Dia Mundial do Teatro, com a revista à portuguesa " Que Grande Caldeirada ", onde se destaca no elenco, a actriz, Florbela Queiroz.

O espectáculo terá lugar no Auditório Municipal de Portel, a partir das 21h30 e os bilhetes estão disponíveis para reserva na Loja do Munícipe.
 
Imagem de capa de TIAGO SOUSA DIAS

VIRGÍLIO CASTELO E O ÚLTIMO DIA DE UM CONDENADO EM BEJA

O texto de Victor Hugo, publicado em 1829, quando o escritor tinha apenas 27 anos e que foi uma tomada de posição política contra a pena de morte numa França em convulsão, excitada pelas execuções públicas da guilhotina, é levado ao palco do Pax Julia em Beja, no próximo dia 17 de fevereiro, quando se celebram 150 anos da abolição da pena de morte em Portugal.

FITA, O FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO QUE GANHOU O ALENTEJO

Em 2014 a companhia de teatro Lendias d’Encantar de Beja levou a cabo a primeira edição do FITA - Festival Internacional de Teatro do Alentejo. Marcaram então presença cerca de meia centena de artistas portugueses, uruguaios, colombianos, espanhóis, brasileiros e cubanos em trinta espetáculos de teatro e de música em Beja e Évora.

DELTA CAFÉS E SAGRES LANÇAM PRIMEIRA COMÉDIA MUSICAL PORTUGUESA PARA TURISTAS

Com o sugestivo nome de "The Portuguese - a Musical Comedy", apresenta-se a primeira comédia musical portuguesa em inglês dirigida aos milhares de turistas estrangeiros que visitam o país, e que tem estreia marcada para dia 13 de janeiro, às 18h30, no Auditório dos Oceanos, no Casino Lisboa.

EMPATIA E ESPERANÇA NA HUMANIDADE SOBEM AO PALCO EM VIANA

Sobe ao palco do Cine-Teatro Vianense, em Viana do Alentejo, a peça “Escória”, da Companhia de Teatro Baal 17 e com encenação e dramaturgia de Filipe Seixas.

A peça – que integra o Programa Alentejo em Cena – conta com interpretações de Ana Bárbara Soares, Joana Saraiva e Marisela Terra e fala de respeito, empatia e esperança numa Humanidade. Conta a história de dois seres de humanidade duvidosa que transportam consigo tudo o que precisam para sobreviver; uma relação equilibrada, mas desigual, onde um manda e o outro obedece até…

BONECOS DE SANTO ALEIXO DIARIAMENTE NA BIBLIOTECA PÚBLICA DE ÉVORA

São originários de uma aldeia do Alto Alentejo, nasceram em meados do século XIX, correm habitualmente o mundo mas a sua casa é em Évora, ao cuidado do Centro Dramático de Évora (CENDREV), responsável pela conservação e animação. Falamos dos Bonecos de Santo Aleixo, marionetas de varão, manipuladas por cima e cujo tamanho varia entre os vinte e os quarenta centímetros.

Páginas