Está aqui

Teatro

BIBLIOTECA JOSÉ SARAMAGO CELEBRA UM ANO

A Biblioteca Municipal José Saramago em Avis celebra a 21 de novembro o seu primeiro aniversário, com o apoio da Fundação José Saramago.

O Programa de aniversário abrirá, no dia 15 de novembro, pelas 20h00, com uma “Caminhada Literária” realizada no âmbito da XXXII Night Run Avis, uma iniciativa desportiva constituída por uma Corrida, de 9,5 km, e uma Caminhada, de 4,5 km, promovida pela Associação Desportiva e Recreativa “Amigos do Atletismo de Avis".

EM NOVEMBRO, ELVAS É TEATRO

Começou ontem o “Mês do Teatro” de Elvas e vai estender-se até dia 26.

Em palco estarão 26 peças para diferentes públicos e gostos, sendo que, às sestas, o palco pertence aos artistas locais, e aos sábados aos convidados estrangeiros.

Ontem, a estrear o festival, esteve a peça “Teatro Radiofónico” com Textos de Carlos Wallenstein, uma produção da UmColetivo, Rugas, Arkus e do teatro Convento.

Hoje pode assistir à peça “O Homúnculo”, do Teatro Estúdio Fontenova de Setúbal e, no domingo, à peça “As Cozinheiras de Livros”, da companhia Valdevinos de Sintra.

ÉVORA E COIMBRA CELEBRAM GIL VICENTE

O histórico Teatro Garcia Resende, em Évora, vai receber a estreia de “Embarcação do Inferno", a 6 de outubro, numa coprodução do Cendrev e da Escola da Noite, de Coimbra.

“Embarcação do Inferno" surge de adaptação do texto mais conhecido de Gil Vicente, o Auto da Barca do Inferno e surge em modo de comemoração pelos 500 anos da primeira apresentação deste texto em palco.

“O BARBEIRO DE SEVILHA” MUDA-SE PARA O CRATO

A ópera do italiano Rossini "O Barbeiro de Sevilha" – teve a sua estreia em 1816 - é das mais conhecidas do mundo e chega agora ao Crato (Portalegre), onde será apresentada hoje, pelo elenco do Teatro Nacional de São Carlos, no mesmo palco onde decorrerá o Festival do Crato, na proxima semana.

Imagem daqui

ESPANHA, ARGENTINA, CUBA, IRLANDA E JAPÃO VÃO CONTAR HISTÓRIAS EM BEJA

Beja recebe, de 24 a 28 de agosto, no Jardim Público da cidade, a primeira edição do Festival de Contos do Mundo.

COMPANHIA DE TEATRO DE BEJA NO BRASIL

A Companhia de Teatro Lendias d'Encantar, de Beja, está em digressão no Brasil com a peça "No Limite da Dor", onde vai levá-la ao palco por quinze vezes, em seis estados diferentes.

"No Limite da Dor" recorda a ação da PIDE, a polícia política durante a ditadura portuguesa, tem por base testemunhos de vários antigos presos e deve a sua inspiração a um programa de rádio da Antena 1, com entrevistas a uma série de ex-presos políticos, que originou o livro "No Limite da Dor", da autoria de Ana Aranha e Carlos Ademar.

ZAMBUJEIRA DO MAR VAI TER CULTURA À VONTADE DO FREGUÊS

Começa hoje e decorre até dia 21 de Agosto, num dos mais belos lugares à beira-mar, em Zambujeira do Mar, um ciclo de 12 espectáculos de marionetas com os eborenses Era Uma Vez, Teatro de Marionetas, uma Companhia familiar, já com mais de vinte anos de existência.

O espectáculo de hoje decorre no Largo Miramar e os restantes na Associação Cultural, Recreativa e Desportiva Zambujeirense, sempre às 22h.

José, Ana e Carlos Alegria

INATEL TRAZ SHAKESPEARE A ÉVORA

A peça “Cimbelino” do autor inglês William Shakespeare vai serrapresentada em Évora, no dia 22 de julho, pelas 21h30 no Páteo do INATEL.

A peça baseia-se na história de Cunobelino, rei da Britânia, durante a ocupação romana da região e nela Shakespeare apresenta uma visão negra do mundo, de modo satírico. O Rei fica profundamente apaixonado por uma Rainha sem escrúpulos e incapaz de amar, não correspondendo por isso aos anseios do Rei que acaba por deixar para segundo plano a gestão do reino.

VIANA DO ALENTEJO CELEBRA 500 ANOS DE HISTÓRIA

Durante os dias 16 e 17 de julho, Viana do Alentejo faz uma viagem no tempo com a realização da Feira Quinhentista, que irá levar o Castelo, situado no centro histórico da vila, de volta ao período de 1500. Esta iniciativa surge no âmbito das comemorações dos 500 anos da outorga dos forais manuelinos de Viana do Alentejo e de Aguiar e da fundação da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo (1516 – 2016).

ELVAS É CONQUISTADA PELA ARTE CONTEMPORÂNEA

A edição “zero” do “Festival A Salto” promete invadir e preencher as rotinas e espaços públicos, igrejas, associações desportivas e culturais de Elvas, com arte contemporânea. Juntando cerca de 30 artistas, esta iniciativa, promovida pela Associação Umcoletivo, vai decorrer nos dias 29 a 31 deste mês, sendo um festival definido pelos promotores como uma "tomada artística" à cidade de Elvas, com uma série de espaços não convencionais, como pano de fundo.

Páginas