15 Novembro 2015      16:31

Está aqui

PROJETO-PILOTO PROMOVE EMPREGO PARTILHADO NAS IPSS

O Programa "Mais", um projeto-piloto que arrancou este mês no distrito de Évora, quer promover o emprego partilhado de técnicos entre Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) além do recrutamento de profissionais desempregados para estas entidades.

Esta iniciativa parte da UNITATE -Associação de Desenvolvimento da Economia Social, uma IPSS com cariz nacional, mas com sede em Vila Viçosa (Évora), e que, nesta fase inicial, já juntou no projeto 80 associadas da União Distrital das IPSS de Évora.

Tiago Abalroado, responsável da UNITATE, explicou à Lusa que o Programa "Mais" começou a ser implementado no início deste mês e que visa aumentar a eficiência e a partilha de recursos, o que permitirá um maior e melhor serviço, além de reduzir os custos com pessoal - uma das grandes dificuldades das IPSS: "As instituições têm quadros muito sobrecarregados, as despesas com pessoal representam a principal fatia dos seus custos. O que acontece é que as IPSS precisam de aliviar a sua estrutura, mas, ao mesmo tempo, precisam dos técnicos", disse.

O projeto acaba por ser o mediador entre a IPSS e o empregado, pois identifica as necessidades das IPSS ao nível de quadros técnicos e faz, em seguida, a ligação a uma bolsa de recrutamento com técnicos desempregados que comunicam a sua disponibilidade para integrarem os quadros das instituições, podendo o seu horário de trabalho dividir-se por várias associações consoante as necessidades.

Os primeiros resultados têm sido positivos, porque – segundo Tiago Abalroado - "as instituições estão a aderir e estão interessadas e os técnicos já enviaram currículos".

Em 2016, a instituição pretende aumentar o projeto a nível nacional.

 

Imagem daqui

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.