Está aqui

Artigos publicados

Devaneio do plágio

Mas porque raio alguém se lembraria de copiar um texto escrito por outrem e assiná-lo com o seu próprio nome? A este fenómeno chama-se plágio.

Plagiar é portanto a utilização de qualquer obra intelectual, seja fotografia, texto, música, obra audiovisual ou pictórica, sendo que o utilizador se apropria das mesmas ou parte, identificando-as como suas.

Tantas promessas…

Portugal juntou-se à União Europeia em 1986. Nessa altura Portugal, país pequenino, à beira mar plantado, pobre, mas com enorme potencial, foi abastado de fundos comunitários para que o “progresso” pudesse impulsionar-nos para um futuro risonho.

Alentejanismos… com tradução

Eu - Abalei às 15h…

Ele - Tu o quê??

Eu - Abalei…

Ele - O que é isso?

Onde vamos parar?

As perspectivas demográficas não são animadoras para Portugal. Nos últimos anos, observámos a pirâmide etária a inverter-se e em termos políticos e sociais nada foi feito para atenuar os efeitos desta inversão.

Ser Voluntário

A personalidade de cada um de nós define-se em função da nossa educação, dos valores incutidos, das crenças absorvidas, dos contactos que estabelecemos e das vivências que temos ao longo da vida. A partir daí tomamos as nossas próprias decisões e vamo-nos definindo de acordo com as consequências dessas mesmas decisões. Ser voluntário é uma dessas decisões que nos marca para a vida.

Equívocos do Beijo

Para nós portugueses cumprimentar familiares, amigos, amigos de amigos e até mesmo pessoas que acabámos de conhecer é algo normal e socialmente aceitável.

Solstício de Verão

O solstício de Verão, assinalado a 21 de Junho marcou o primeiro dia de verão no hemisfério norte (e de inverno no hemisfério sul), com o maior número de horas de luz solar do ano e consequentemente a noite mais curta. Às 11h51 concretamente (hora de Lisboa), entrámos no Verão, tendo sido possível usufruir de 15h 08m 39s de luz.

Alma Lusitana

Já Luis de Camões e Eça de Queiroz falavam em alma lusitana, dando significado ao facto de que ser português não se explica, sente-se.

Confusões de um Sistema Baralhado

Portugal sofre de diversas patologias que “não lembram ao menino Jesus”! É verdade, que o sistema está organizado, em algumas situações, de forma muito particular. Atentemos na educação não-formal.

Páginas