Está aqui

Susana Pedro

10 histórias para ensinar às crianças o que são as emoções

Quando a editora me desafiou a escrever 10 histórias simples que ajudassem as crianças a compreender as suas emoções, fiquei entusiasmada com a ideia, embora soubesse que a tarefa não iria ser fácil.

Por um lado, não é simples lidar com as emoções, sobretudo quando se é criança e se tem pouca ou nenhuma experiência em reconhecer o que se sente ou o que desencadeou determinada emoção.

A falta que faz estarmos juntos

Acedo ao "link" que me conduz a mais uma reunião. Um ecrã separa-nos e confina-nos a um rectângulo demasiado pequeno para quem tem o hábito de recorrer frequentemente aos gestos para dar força às palavras. Tento não sair da caixa, mas as rodas da cadeira e a posição das pernas convidam ao balanço. Concentro-me. Nos meus movimentos e nas palavras dos interlocutores.

Desconfinar o poder de acreditar

Há dois meses estávamos nas escolas. Abraçávamo-nos uns aos outros. Sentávamo-nos em círculo e as crianças poisavam a cabeça nos ombros umas das outras, enquanto pensavam em voz alta sobre a atitude do João, que mexia nas coisas dos outros sem pedir, ou da Maria, que todos os dias amuava no recreio.

A vida como sempre fora.

Fazíamos planos.

Atividades on-line para ensinar as emoções às crianças

Numa época em que as escolas estão encerradas e as crianças permanecem a casa, a Sociedade do Bem renovou o seu website com o intuito de apoiar as famílias.

Os Heróis destes dias

Há dois tipos de heróis neste novo mundo. Há aqueles que todos os dias saem de casa para cuidar que nada falte aos outros. E depois há aqueles que todos os dias ficam em casa e que epicamente se mantêm dentro dela, mesmo nos mais bonitos dias de sol. Para que nada de mal lhes aconteça a si ou aos outros.

Susana Pedro "Entre Livros", em Reguengos de Monsaraz

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz convida miúdos e graúdos a participarem no ciclo de atividades e literatura "Entre Livros", promovido pela autarquia.

No próximo sábado, dia 30 de novembro, a convidada é a eborense Susana Pedro, que irá apresentar o seu último livro, "Há por aí alguém igual a mim?", na Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz, às 15 horas. Este é o segundo livro assinado por Susana Pedro, fundadora da associação sem fins lucrativos Sociedade do Bem.

Novo livro infantil sobre emoções lançado no Alentejo

Já chegou às livrarias de todo o País o segundo livro da Sociedade do Bem: "Há por aí alguém igual a mim?".

"Pequenos Corações Gigantes", o programa educativo nascido no Alentejo e premiado no País

Susana Pedro, fundadora e presidente da Sociedade do Bem, subiu recentemente ao palco do auditório do Campus do Conhecimento e da Cidadania da Fundação Bissaya Barreto, em Coimbra, para receber o Prémio Nuno Viegas Nascimento.

Este prémio, que tem como objetivo distinguir pessoas ou instituições sem fins lucrativos que se tenham destacado nas áreas social, educativa, da saúde ou da cultura, premiou o projeto "Pequenos Corações Gigantes", que a equipa da Sociedade do Bem, sedeada em Évora, implementa desde 2015 nas escolas de ensino básico.

Há um livro que ajuda as crianças a compreenderem o que sentem

Medo, raiva, tristeza, solidão... Estas são algumas emoções que assaltam Li, a personagem principal de um livro infantil que tem como missão orientar as crianças a compreenderem o que sentem ao longo das suas páginas. Mais do que uma história, com um princípio, meio e fim, o livro "Que cores têm as tuas palavras?" é um ponto de partida: o percurso de Li pode ser o percurso de qualquer um de nós. Ao percorrê-lo, as crianças compreendem que todos têm a sua história pessoal, feita de momentos, de palavras, de pessoas e de um mundo de emoções.

ANO NOVO, ESCOLA NOVA!

* ou resoluções de ano novo que todos os professores deviam fazer

Novo ano é época de fazer resoluções: perder peso ou adotar um estilo de vida mais saudável são as mais comuns, mas… e um professor? O que decide um professor alterar ou melhorar no ano que entra para que este se transforme no ano da sua vida, para além das resoluções mais comuns que fazem parte da lista? Que objetivos poderá ele definir para si e, consequentemente para a sua sala de aula, para criar um ambiente mais positivo para todos?

Páginas