Está aqui

prémio

Monsaraz Reserva Tinto 2017 premiado no maior concurso mundial de vinhos

A CARMIM, empresa de vinhos sediada em Reguengos de Monsaraz, voltou a ser premiada no Decanter World Wine Awards 2020, um dos concursos de vinho de maior prestígio a nível internacional, com o prémio “Best in Show” para o seu vinho Monsaraz Reserva Tinto 2017.

De acordo com nota publicada no Facebook, de todos os vinhos degustados, apenas 50 foram premiados com “Best in Show”. O Monsaraz Reserva Tinto 2017 atingiu 97 em 100 pontos, “o único vinho do Alentejo com esta distinção”.

Antão Vaz da Vidigueira vale 4 distinções num mês

Um branco da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito foi lançado acerca de um mês e já conta com 4 distinções.

O Vidigueira Antão Vaz 2019 - a casta rainha da Vidigueira - é marcado por uma frescura a toques tropicais, com destaque ao ananás, e conta já com a distinção de “ouro” do “Concurso Internacional Awards VIRTUS”,

Prémio Nacional de Artesanato 2019 para o Alentejo

A Fundação Eugénio de Almeida (FEA) venceu o Prémio Nacional de Artesanato 2019 para o Alentejo com o seu projeto “Powering Arts & Crafts”.

A FEA venceu na categoria de “Promoção” para entidades privadas, edição de 2019.

O “Powering Arts & Crafts” nasceu há cerca de três anos de uma equipa de parceiros e aliada a artesãos da comunidade.

Rui Nabeiro vencedor do Prémio Carreira ACEPI Navegantes XXI

Mais um prémio para o empresário alentejano Rui Nabeiro, desta vez o Prémio Carreira ACEPI Navegantes XXI 2019.

Era alentejano, foi um dos maiores e agora é um prémio

Era alentejano, foi um dos maiores da pintura portuguesa da segunda metade do século XIX e agora é um prémio de pintura.

Trata-se de Henrique Pousão, mestre impressionista nascido em Vila Viçosa em 1859.

Apesar de só ter vivido 25 anos – faleceu em 1884 – foi um dos mais ilustres antigos alunos da Universidade do Porto. Era formado em Desenho Histórico, Arquitetura Civil, Escultura e Pintura Histórica na Academia Portuense de Belas-Artes, antecessora direta da Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto.

Mais um vinho alentejano com medalha de Ouro

Há mais um vinho alentejano a ser premiado internacionalmente: o QP Aragonez 2015 produzido por Marcolino Sebo.

O vinho alentejano venceu uma Grande Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas, e que este ano se realizou em Pequim, na China, com a participação de mais de 9180 vinhos de 48 países.

O QP Aragonez 2015 é obtido através da pisa tradicional em lagar e com fermentação controlada e tem um estágio de 15 meses em barricas de carvalho francês e outros seis em garrafa.

 

Imagem de vip.pt

Portalegre: adega conquista Grande Medalha de Ouro

Foi com o vinho Portalegre DOC Tinto 2015 que a Adega de Portalegre trouxe para o Alentejo mais um prémio: a Grande Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas.

A competição decorreu em Pequim, na China, no início de maio, e participaram um total de 9.180 vinhos, sendo o Portalegre DOC Tinto 2015 – produzidos com vinhas velhas das castas Grand Noir, Alicante Bouschet, Aragonez, Trincadeira e Castelão - a receber a mais alta distinção.

 

Imagem de grandesescolhas.com

 

MAIS UM VINHO ALENTEJANO COM MEDALHA DE OURO

Depois do “Conde D’Ervideira branco 2016” ter sido considerado um dos melhores brancos do mundo, agora foi o “Monte da Ravasqueira Syrah Viognier 2013” que conquistou uma medalha de ouro no Syrah Masters 2017, numa edição que decorreu em Bumpkin, na Inglaterra.

O certame é promovido pela prestigiada publicação europeia “The Drink Business” e junta em competição dezenas de vinhos desta casta ancestral e que chegaram dos mais variados cantos do mundo.

ARQUITETO ALENTEJANO NUNO PORTAS HOMENAGEADO PELA ORDEM

O arquiteto alentejano Nuno Portas, natural de Vila Viçosa, vai ser homenageado pela Ordem dos Arquitetos, próxima segunda-feira, Dia Nacional do Arquiteto, em Lisboa.

De 83 anos, o trabalho de Nuno Portas é um marco muito relevante na arquitetura e urbanismo nacional e internacional e vê assim este trabalho reconhecido pela Ordem, numa cerimónia onde estará também presente o ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes.

MÉDICA ALENTEJANA VENCE PRÉMIO INTERNACIONAL

Raquel Campanilho Marques foi premiada pela Liga Europeia contra as Doenças Reumáticas, recebendo uma das mais prestigiadas distinções internacionais da especialidade. A médica alentejana, natural de Portalegre, é reumatologista no Hospital de Santa Maria, investigadora no Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e arrebatou a distinção, entre 4300 selecionados, com uma terapia inovadora para a dermatomiosite juvenil, uma doença rara que afeta a pele e os músculos.

Páginas