Está aqui

PCP

PCP opõe-se ao crescimento das monoculturas intensivas em Alqueva

O PCP tem manifestado uma preocupação com o crescimento de áreas reservadas às monoculturas intensivas e superintensivas de olival e amendoal  sobretudo na área de influência de Alqueva, como são os casos dos concelhos de Serpa, Moura, Beja, Ferreira do Alentejo e Aljustrel.

Jerónimo de Sousa desloca-se a Alcácer do Sal em visita

O secretário-geral do Partido Comunista Português, Jerónimo de Sousa, visita Alcácer do Sal no próximo dia 28 de janeiro de 2020. O município, liderado pelo comunista Vítor Proença, adianta em comunicado que Jerónimo de Sousa vai visitar "algumas das obras realizadas ou em curso na cidade" como o novo Museu Pedro Nunes, as obras do Interface de Transportes e do Parque Urbano de Alcácer do Sal, a obra da Oficina da Criança e o Centro Pré-Escolar do Morgadinho.

Em Évora, PCP defende regionalização até 2021

Foi a abrir as jornadas parlamentares dos comunistas, no Teatro Garcia de Resende, em Évora, que o secretário-geral do partido, Jerónimo de Sousa desafiou o governo a aplicar a regionalização em dois anos.

O PCP vai apresentar uma proposta para a criação das regiões administrativas com um calendário que visa a sua concretização até eleições autárquicas de 2021.

Jerónimo de Sousa, hoje, em Beja

Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do PCP, participará hoje, sábado, às 14h50, na Reunião DORBE com Comissões Concelhias da Organização Regional de Beja, no Auditório do IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, na Rua Professor Janeiro Acabado, em Beja.

Só a intervenção inicial do Secretário-geral do PCP é aberta à Comunicação Social.

PCP de Beja justifica perda de expressão eleitoral a "prolongada operação" de difamação contra si

Segundo o PCP de Beja os resultados eleitorais no distrito de Beja "acompanharam a tendência verificada a nível nacional. O resultado obtido pela CDU (PCP/Verdes) no distrito (14 655 votos e 1 deputado) traduziu-se numa redução de 2% da sua expressão eleitoral".

O jornalista revolucionário e militante, homenageado na Casa do Alentejo

A Direcção da Casa do Alentejo, a Comissão Executiva e Conselho Nacional da CGTP-IN, a Direcção de "A Voz do Operário" e o PCP, organizam uma sessão de homenagem ao jornalista e sindicalista Fausto Gonçalves e aos 120 anos que marcam a data do seu nascimento. 

Jerónimo Sousa hoje em Aljustrel e Beja

A candidatura da Coligação Democrática Unitária – CDU, pelo Círculo Eleitoral de Beja às Eleições Legislativas de 6 de outubro, promove hoje, sábado, dia 21 de setembro, às 13.00 horas, um Almoço Convívio em Aljustrel e uma sessão pública, às 16.30 horas na Casa da Cultura em Beja. 

Nestas duas iniciativas, para além da participação dos candidatos estará também presente o Secretário Geral do PCP, Jerónimo de Sousa.

 

Imagem de capa de Joana Bourgard/RR

 

 

O sindicato bom e o sindicato mau

Este governo foi pródigo em deixar-nos novos conceitos em democracia. Mas talvez o mais pernicioso de todos seja este com que nos brinda no final: a ideia de que os sindicatos são bons se, nas mãos da UGT ou da CGTP, puderem ser instrumentalizados para atacar um governo hostil, mas passam a ser maus se, independentes, decidirem atacar-nos no momento em que mais nos dói. Foi um modelo de argumentação tentado com os enfermeiros, mas agora verdadeiramente executado com os motoristas de matérias perigosas.

Crescimento da população de javalis no Alentejo preocupa PCP

O receio do perigo de contágio de peste suína no Alentejo cresce devido aos vários casos da doença já registados na Europa. O aumento do número de javalis no Alentejo e a possível propagação peste suína africana está a preocupar os produtores de porco alentejano, uma vez que os javalis podem mesmo ser o maior foco de propagação desta doença que não é transmissível ao ser humano. O problema levou mesmo o PCP a questionar o Governo sobre as medidas de controlo dos javalis no âmbito da prevenção da peste suína africana

Farmácias alentejanas em dificuldades podem pôr doentes em risco

Há farmacêuticos que alertam que hospitais põem em causa a segurança dos doentes e os deputados do PCP questionaram mesmo o Governo sobre o risco de as farmácias hospitalares do Alentejo deixarem de preparar medicamentos para quimioterapia.

Páginas