Está aqui

Fundos Europeus

Apoio à Produção Nacional aprovou 53 projetos no Alentejo

O Programa de Apoio à Produção Nacional (PAPN), até à data, aprovou um total de 1.701 projetos, dos quais 53 são no Alentejo.

Estes projetos representam um investimento total de 250 milhões de euros - 123 milhões correspondem a fundos europeus – e permitiram a manutenção de 19.668 postos de trabalho, como revela a informação prestada pelo Ministério da Coesão Territorial.

Cerca de um terço dos projetos aprovados localizam-se no interior: 577.

Linha Beja – Casa Branca conta com 80 milhões de euros

A Câmara Municipal de Beja anunciou que o novo Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 contempla o financiamento para a eletrificação e sinalização da linha ferroviária que liga Beja a Casa Branca.

De acordo com a Rádio Pax, Paulo Arsénio, presidente do município, revelou que “são 81 milhões de euros (51 milhões para a eletrificação Beja – Casa Branca e 30 milhões para o ramal ao Aeroporto) para esse efeito e que constituem a Opção Prioritária 3 (OP3) do Programa Operacional Regional submetido a Bruxelas”.

Governo antecipa 90 milhões para Sines, Pego e Matosinhos

O Governo vai antecipar 90 milhões de euros de fundos europeus previstos para 2022 para as regiões afetadas pelo encerramento da refinaria de Matosinhos e das centrais termoelétricas a carvão do Pego e Sines, disse a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

Em causa estão verbas do Fundo para a Transição Justa (FTJ), criado pela União Europeia para responder ao impacto da reconversão energética, e que prevê para Portugal 242 milhões de euros, revelou à Lusa a ministra.

Agribusiness 2021 - um evento internacional dedicado à agricultura

O “Agribusiness 2021” decorrerá de 2 e 16 de julho. É um evento internacional de negócios e contará com a presença de jornalistas, entidades de relevo, opinion makers e importadores, ligados ao setor agroindustrial, com o objetivo de fomentar a exportação dos produtos portugueses, utilizando uma estratégia de promoção coletiva da região.

204 milhões de fundos europeus para o pós-fecho da central a carvão de Sines

O fecho das Centrais de Carvão de Sines e do Pego – que vai ocorrer até ao final de 2021 - vai trazer para Portugal 204 milhões de fundos europeus.

Um estudo da Comissão Europeia referia que as centrais nacionais de Sines e do Pego são as maiores emissoras de gases de estufa (GEE) em Portugal. O seu fecho afetará cerca de 650 postos de trabalho diretos e terá uma profunda alteração das economias regionais.

3 milhões de euros para contratar mais "cérebros" para a Universidade de Évora

Foi assinado, esta semana, entre a Autoridade de Gestão do Alentejo 2020 (ALENTEJO 2020) e a Universidade de Évora (UÉ) os Termos de Aceitação no âmbito da Contratação de Recursos Humanos Altamente Qualificados e que envolve um financiamento global de quase 3 milhões de euros.

Beja: Mercado Municipal com obras de 2 milhões de euros, fecha até 2022

Ontem, sábado dia 13, foi o último dia em que o Mercado Municipal de Beja esteve aberto antes de sofrer as remodelações previstas no investimento de cerca de 2 milhões de euros.

Estas obras farão com o mercado da cidade alentejana, construído em 1964, só reabra em 2022.

Será agora dado início às obras, após a aceitação do Tribunal de Contas, e surgirá um novo espaço que a autarquia deseja mais moderno e dinâmico e mais atraente do ponto de vista comercial.

A obra é financiada por fundos europeus do FEDER em 1,250 milhões de euros.

 

Santiago do Cacém aplica 2 M/€ para melhorar mobilidade pedonal

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém adjudicou - na passada semana - a empreitada da obra de requalificação da Avenida Manuel da Fonseca, Zona Comercial do Centro Histórico e Zona Envolvente do Mercado Municipal de Santiago do Cacé, sndo esta já considerada uma das maiores obras de reabilitação urbana a que o concleho já assistiu.

Beja despede-se das antigas piscinas

Já estão abertas, e este será mesmo o último ano em que as piscinas descobertas de Beja vão estar como as vemos, uma vez que a autarquia já assumiu o compromisso de um investimento de cerca de 800 mil euros.

A remodelação - sujeita a uma candidatura a fundos comunitários - terá, segundo a autarquia, início em setembro e abragerá todo o complexo, incluindo balneários, zona de bar e restaurante, com mais de 50 anos de utilização.

Imagem de lifecooler.com

 

Municípios alentejanos com orçamento reforçado em 108 M/€

Com o objetivo de reforçar os investimentos de base territorial, após uma reprogramação do programa operacional Portugal 2020, serão distribuídos mais 108 milhões para os municípios de Alentejo.

No total nacional, a reprogramação dos fundos comunitários do Portugal 2020 representa um acréscimo de 607 milhões de euros para investimentos na área das infraestruturas escolares, de saúde e sociais, ou na política urbana da reabilitação e da mobilidade.

 

Páginas