Está aqui

Fundos Comunitários

ADRAL desenvolveu 17 protótipos de novos produtos agroalimentares

Serão apresentados no próximo dia 17 de julho, pela ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, os resultados do projeto PROTOTYPING AAA – Rede de Cooperação Transnacional e que visa o aumento da competitividade empresarial do sector agroalimentar através da prototipagem.

Com o formato live cooking, o evento será transmitido em direto na página Facebook da ADRAL, pelas 15h30.

A Ministra da Coesão Territorial esteve em Estremoz

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa e a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, estiveram, esta semana, em Estremoz, onde visitaram e acompanharam o desenvolvimento de projetos apoiados por Fundos da União Europeia.

6M€ para criar unidade de Cuidados continuados em Portalegre

O Centro Social e Paroquial de São Tiago de Urra, em Portalegre, vai investir 6 M€ na construção de unidade de cuidados continuados.

Segundo os responsáveis, esta pandemia está a revelar de forma ainda mais evidente a falta de unidades de cuidados continuados na região e este projeto, uma obra financiada a meias entre fundos comunitários e capitais próprios e mecenato.

Mais 11M/€ para apoio a Unidades de cuidados continuados e equipamentos sociais

O programa operacional ALENTEJO 2020 reforçou em 11 milhões de euros, apoio FEDER-IPSS, as Unidades de cuidados continuados e equipamentos sociais.

A Comissão Diretiva do ALENTEJO 2020, contribuindo para a Política de Coesão e, com vista a diminuir e mitigar os impactos a nível económico e social da pandemia SARS-COV-2, em especial, junto das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), deliberou, por unanimidade, retirar o limite máximo de apoio não reembolsável (FEDER) e reforçou o total de fundos em 11 milhões de euros.

 

Imagem de clickhelp.com.br

300 mil árvores para reflorestar Belver

Serão plantadas 300 mil árvores em Belver, concelho de Gavião, num financiamento colaborativo que se conseguiu reunir em perto de 24 horas.

Através de crowdfounding, a Sociedade Terras Guidintesta – entidade gestora de 600 hectares de floresta no concelho - em colaboração com a Associação de Produtores Florestais de Belver, recolheram 50 mil euros, uma verba que vem reforçar os mais de 600 mil euros de fundos comunitários já aprovados para o projeto “Reflorestar Belver”, numa área que ardeu com os incêndios que assolaram o país em 2017.

Projetos académicos recebem novo impulso no Alentejo

Vai arrancar no Alentejo o Programa de Aceleração para projetos académicos.

As candidaturas terminam a 21 de fevereiro e este programa oferece um acompanhamento e capacitação intensivos ao longo de 3 meses a equipas de investigadores que estejam a desenvolver projetos de base científica e tecnológica, com potencial para se tornarem um produto ou serviço com viabilidade económica

É a Edição do Alentejo do programa de Aceleração do Born from Knowledge (BfK), promovido pela Agência Nacional de Inovação (ANI).

CCDR Alentejo no pódio dos fundos comunitários

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA) é a terceira que mais fundos receberá no atual quadro comunitário de apoio e que termina este ano.mais eficiente do país.

A CCDRA é responsável por gerir mais de 1000 milhões de euros dos 7,8 mil milhões de euros de fundos do atual quadro comunitário, 2014-2020.

Mais de meio milhão garantem nova unidade de saúde em Reguengos de Monsaraz

Foi anunciado esta semana um investimento de cerca de 600 mil euros e que garantirão uma nova unidade de Saúde no concelho de Reguengos de Monsaraz.

O anúncio foi feito pelo autarca José Calixto e surge no seguimento da aprovação pela Autoridade de Gestão do ALENTEJO 2020 que cofinanciará 85% do projeto. O valor engloba também todo o equipamento necessário para o funcionamento desta nova unidade.

Assim, a ampliação da Unidade de Cuidados Continuados Integrados Inácio Coelho Perdigão será uma realidade e criará uma nova valência: uma unidade de convalescença.

Alentejo prepara estratégia regional 2030

No âmbito da preparação da estratégia regional Alentejo 2030, já decorreram uma série de cinco sessões temáticas, numa parceria entre a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Alentejo (CCDRA) e as Comunidades Intermunicipais (CIM) do Alentejo e da Lezíria do Tejo.

Com o objetivo de elaborar o Plano de Ação e a Estratégia Regional no horizonte 2030, iniciaram-se os trabalhos, ainda em 2018, com o Contributo Regional para a Estratégia Portugal 2030 e com a identificação de desafios estratégicos e prioridades de intervenção para o Alentejo.

Reguengos investe 1,2 milhões em residências para idosos

O Município de Reguengos de Monsaraz vai investir quase 1,2 milhões de euros no apoio aos idosos.

Já foram lançados os concursos públicos para as empreitadas de construção destas estruturas residenciais para idosos e que consistem em centros de dia e serviço de apoio domiciliário em duas freguesias do concelho: Outeiro e Perolivas.

Páginas