Está aqui

Festival Terras sem Sombra

Reguengos de Monsaraz já faz parte do Festival Terras sem Sombra

Pela primeira vez, Reguengos de Monsaraz integra a programação do Festival Terras sem Sombra, que se vem realizando pelo Alentejo desde 2013.

Este Festival que celebra a música, o património e a biodiversidade, fará a sua estreia no concelho de Reguengos de Monsaraz a 23 de fevereiro, pelas 15h, quando se realizar uma visita ao Museu do Fresco, em Monsaraz, guiada pela historiadora e Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, e pelo químico António Candeias.

Depois de ouvir o Cante, os americanos querem conhecer o Alentejo

Depois de ouvir o Cante, “os americanos ficaram com vontade de conhecer o Alentejo”, como revelou o embaixador de Portugal nos Estados Unidos da América, Domingos Fezas Vital.

O Cante foi a Washington, como o Tribuna Alentejo disse a semana passada, ao abrigo do festival “Terras Sem Sombra” e deixou os americanos encantados com o Cante e com o  Alentejo em geral e dando uma boa imagem do país e um fortalecimento de relações.

O Cante chega a Washington

Como revelámos a semana passada, o país convidado da 15ª edição do festival de música,  cultura e natureza alentejano “Terras sem Sombra” serão os Estados Unidos.

Do Alentejo aos Estados Unidos: da inspiração marítima nasce o Terras Sem Sombra 2019

A 15ª edição do Festival Terras Sem Sombra escolheu os Estados Unidos como país a convidar para edição 2019.

Com um programa que tem já cerca de 50 atividades programas, o Festival alentejano tem início já no próximo dia 26.

A edição 2019, além dos mais já conhecidos concertos, inclui ainda conferências, visitas guiadas ao património e ações de salvaguarda da biodiversidade.

VIDIGUEIRA RECEBE CORO DE CÂMARA DA ÓPERA NACIONAL DA HUNGRIA

O festival internacional do Alentejo, Terras sem Sombra, está de volta para uma nova temporada que se estende até Julho e começa a 17 de fevereiro, em Vidigueira, com Vaszy Viktor Kamarakórus (o Coro de Câmara da Ópera Nacional e da Catedral de Szeged, na Hungria), sob a direcção de Sándor Gyüdi. A iniciativa resulta da parceria do Festival com a Câmara Municipal e a Adega Cooperativa locais, além do Turismo do Alentejo e do Ministério da Cultura.

TERRAS SEM SOMBRA É OUVIR E SENTIR O ALENTEJO

Nasceu em Beja em 2013, pelas mãos da Diocese de Beja, e fez imediatamente renascer o espaço sagrado das igrejas que recebiam os concertos do evento em forma de temporada. O sucesso foi tão grande que se estendeu para fora do Baixo Alentejo levando o valor da música e do património a cada vez mais gente.

TERRAS SEM SOMBRA 2018 TRAZ A HUNGRIA PARA O ALENTEJO

O Festival Terras Sem Sombra já escolheu o país convidado para a edição de 2018. Após a Espanha, o país convidado para o Festival alentejano – que prevê 10 concertos -  é a Hungria.

COMISSÃO EUROPEIA DISTINGUE FESTIVAL NO ALENTEJO

O Festival “Terras sem Sombra” foi distinguido pela Comissão Europeia com o selo EFFE - Europe Festivals – Festivals de l’Europe para os melhores festivais em 2017-2018.

A distinção feita pela EFA - European Festivals Association distingue os festivais que se destacam na União Europeia pela excelência da programação, pelo carácter inovador e pela criação de novos públicos.

SERPA APRESENTA PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL TERRAS SEM SOMBRA

O Festival Terras Sem Sombra, que este ano abrange 7 concelhos alentejanos, vai para a sua 13.ª edição e já foi considerado um dos cinco melhores festivais da europa no seu género. A apresentação do programa do festival é FEITA esta semana em Serpa e, segundo a organização, continua como "projeto inovador que associa a música erudita ao património cultural e natural, que dá um estímulo significativo para ajudar o território a 'não desistir'".

SINES: MINISTRO DA CULTURA ENTREGA PRÉMIO “TERRAS SEM SOMBRA”

A entrega do prémio internacional «Terras sem Sombra» vai decorrer este sábado, em Sines, no auditório do centro de artes da localidade, às 18h30, presidida pelo ministro da Cultura, Luis Filipe de Castro Mendes.

Páginas