Está aqui

Eletricidade

9 dicas para poupar energia em casa quando está frio

Devemos sempre levar em consideração algumas recomendações para ser mais eficiente, poupar energia e, assim, pagar menos na conta de luz. Mas é verdade que nas vagas de frio é normal que o aquecimento esteja ligado o dia todo para fazer face a isso.

Seja pelo intenso frio, pelo confinamento ou até pelo teletrabalho, saiba que é sempre possível reduzir gastos com a energia.

Daremos algumas dicas para poder poupar na conta da energia em sua casa.

 

1. Mantenha a temperatura certa em sua casa

30% das famílias portuguesas querem mudar de fornecedor de luz e gás

A Covid-19 teve um forte impacto nas finanças dos portugueses, afetando o rendimento de 68% das famílias. Para reduzir as suas despesas, 30% dos inquiridos afirma que pretende mudar de fornecedor de eletricidade em 2021. Estas são duas das principais conclusões do inquérito efetuado pela Comparamais junto dos seus clientes, que mostra também as vantagens de comparar. Das pessoas que usaram um simulador de preços em 2020, 27% viu a sua fatura anual baixar mais de 300€.

Beja entre os distritos onde se paga mais em eletricidade

O distrito de Beja é o terceiro distrito português onde se paga mais em energia em despesas domésticas, revela um estudo do Payper, um comparador de tarifários e ferramenta para a gestão das contas mensais.

De acordo com o Jornal de Notícias, a despesa doméstica mensal com eletricidade em Beja ronda os 79,85 euros. Em primeiro lugar nesta tabela estão Bragança, com uma média de 107,59 euros por mês, e Leiria com uma média de 81,97 euros.

Porto de Sines é o único porto preparado em termos de eletrificação

O Tribunal de Contas (TdC), ao executar uma auditoria à Qualidade do Ar em Portugal, concluiu que os portos portugueses não estão ainda preparados devidamente para a eletrificação da economia e para desempenharem o seu papel na transição energética, à exceção do Porto de Sines.

Governo quer exportar energia através de rede que passa por Ferreira do Alentejo

João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente, anunciou esta terça-feira que o Governo pretende desenvolver a interligação elétrica a Marrocos, sendo a construção de uma rede de alta tensão que liga Ferreira do Alentejo ao Algarve importante na exportação de energia.

Esta estratégia está contemplada na versão preliminar do plano de recuperação económica de António Costa Silva, e a ambição do executivo é tornar o país o mais independente e autossuficiente possível em matéria de produção de eletricidade.

1,3 M/€ para levar eletricidade rural a Mértola

Foi assinado – entre a Câmara de Mértola e a EDP Distribuição - a adenda ao acordo de colaboração previamente assinado e que permitirá o início da segunda fase do processo de eletrificação rural no concelho.

A primeira fase do processo tinha terminado em outubro passado e a execução das infraestruturas de eletrificação rural obras desta segunda fase está prevista terminar em março do próximo ano.

O custo total estimado ronda os 1,3 milhões euros, assumindo a Câmara Municipal o pagamento do valor de 195.000 euros.

 

Imagem cityam.com