Está aqui

Chocalhos

DAS MÃOS DOS MAIAS NASCE PATRIMÓNIO MUNDIAL

Das mãos da família Maia têm saído centenas de exemplares de um dos mais recentes Patrimónios Mundiais Imateriais da Humanidade.

A arte chocalheira está na família há gerações e dá agora origem à exposição “Gerações de um mesmo ofício: Família Maia”, inaugurada na passada semana, e patente até 29 de outubro, no castelo de Viana do Alentejo.

A organização é da Câmara Municipal de Viana do Alentejo e conta com o apoio das Juntas de Freguesia de Alcáçovas e de Viana do Alentejo e da Direção Regional de Cultura do Alentejo.

 

Imagem de hiddeneurope-magazine.eu

PATRIMÓNIOS MUNDIAIS ALENTEJANOS NA PRISÃO

Enquanto se celebra o primeiro aniversário da denominação do Cante como Património Mundial da UNESCO, os peritos desta organização internacional analisam novas candidaturas na Namíbia.

Entre estas candidaturas encontra-se a arte chocalheira, a arte de fazer chocalhos que, já recebeu um parecer positivo da referida comissão da UNESCO.

Para quem não sabe, o chocalho é um objeto sonoro, semelhante a um sino, que se coloca no pescoço dos animais, essencialmente gado bovino, e que fica suspenso por uma correia.

CHOCALHOS A UM PASSO DA CLASSIFICAÇÃO PELA UNESCO

A menos de dez dias da votação na 10.ª reunião do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO, que vai decorrer na Namíbia, a candidatura da arte chocalheira recebeu luz verde da comissão internacional de especialistas da UNESCO.

Os promotores da candidatura da arte chocalheira a património da humanidade receberam com entusiasmo a notícia que dá como exemplar o processo, de acordo com as declarações de António Ceia da Silva, Presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo.