Está aqui

Bombeiros

28.000 bombeiros vacinados contra a gripe e com reforço contra a Covid-19

A partir do próximo 22 de novembro, terá lugar o processo de administração em simultâneo das vacinas contra a gripe e das doses de reforço da vacina contra a Covid-19 aos bombeiros portugueses.

Entidades políticas e sociedade civil reconhecem o papel desempenhado pelos bombeiros no combate à pandemia da COVID-19 e na função essencial prestada ao país.

2021 com o menor número de incêndios desde 2011

O ano de 2021 regista o menor número de incêndios desde 2011 e o segundo menor da década no que diz respeito à área ardida, de acordo com os dados provisórios até 30 de setembro - último dia do período de maior empenhamento do DECIR - Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais (Nível IV).

Mais de 40 bombeiros combatem incêndio em Beja

Mais de 40 bombeiros estão desde o início da manhã de hoje, sexta-feira, a combater um incêndio num armazém agrícola na Herdade Vila Galé, em Beja, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) da região.

De acordo com o CDOS de Beja, o armazém tinha no interior máquinas agrícolas e o alerta para o incêndio foi recebido às 06h13. No local, pelas 07h30, estavam 43 elementos das corporações de bombeiros de Beja, Castro verde, Aljustrel, Ourique e Ferreira do Alentejo, acompanhados por 13 veículos, e uma patrulha da GNR.

Vendas Novas vai ter uma segunda Equipa de Intervenção Permanente nos Bombeiros

Após o Município de Vendas Novas ter manifestado à Secretaria de Estado da Proteção Civil o interesse na criação de uma segunda Equipa de Intervenção Permanente (EIP) nos Bombeiros locais, a candidatura já mereceu a aprovação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

O pedido foi realizado pela autarquia gerida por Luís Dias após analisada a carência de recursos de socorro na cidade, e, após a aprovação, autarquia e governo irão assegurar as despesas salariais dos cinco operacionais irão constituir esta segunda EIP.

Municípios de Beja apoiam corporações de bombeiros

Algumas câmaras municipais do distrito de Beja decidiram conceder apoios financeiros e materiais aos corpos de bombeiros do seu concelho, de maneira a fazer face às dificuldades financeiras e ao atual cenário de crise pandémica, avança o Jornal de Notícias.

É o caso do município de Odemira, o único com dois corpos de bombeiros, um na sede do concelho e outro em Vila Nova de Milfontes, que disponibilizou o maior apoio, na ordem dos 90 mil euros.

4.000 litros de água doados a bombeiros do Alto Alentejo

Na passada semana, um grupo privado ofereceu 4.000 litros de água a três corporações de bombeiros do Alto Alentejo.

Os bombeiros de Marvão, Portalegre e Ponte de Sor receberam assim uma doação significativa por parte do Grupo de comércio de automóveis FGil.pt.

O grupo liderado por Francisco Gil referiu que "Acreditamos que estes pequenos gestos podem fazer a diferença. Porque para nós, os incêndios são uma luta de todos. É este o nosso propósito: fazer mais por quem faz tudo por nós.”

 

Imagem de facebook

Bombeiros “Pequenos, Grandes Heróis” é exposição em Portalegre

Desde o passado dia 18 que, na Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, no Hall do Hospital Doutor José Maria Grande, está patente uma das maiores exposições portuguesas de miniaturas de Bombeiros.

A exposição “Pequenos, Grandes Heróis”, pertence ao colecionador João Paio, de Campo Maior, um militar da GNR na reserva e voluntário nos Bombeiros Voluntários de Ponte de Sor, e vai estar patente até 11 de setembro de 2020.

Esta é a maneira da ULSNA homenagear os bombeiros que estão também na primeira linha no combate à pandemia e aos incêndios.

 

Covid-19: Mora criou centro de apoio com 44 camas

Devido aos efeitos do Covid-19, a Câmara Municipal de Mora criou um centro de apoio, com 44 camas, e que servirá de apoio e alojamento aos bombeiros voluntários locais e à proteção civil.

Das 44 camas deste centro - instalado na casa do povo da localidade - 30 foram cedidas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE); as outras 14 são pelos Bombeiros Voluntários de Mora.

Defender os Bombeiros de Borba também é defender as minorias

Recentemente os Bombeiros de Borba foram alvo de um ataque completamente inédito. É a primeira vez que vejo algo do género: um ataque físico aos “soldados da paz”. Que mundo louco!

Soube-se imediatamente que os responsáveis desse ataque foram um grupo de pessoas da etnia cigana. É claro, ao juntarem-se esses ingredientes a confusão ficou instalada. E a dimensão muito mais reforçada.

Para mim, pouco interessa se os responsáveis são, ou não, da etnia cigana. Interessa sim, saber se o Estado de Direito está, ou não, a ser cumprido na sua plenitude.

Beja e Portalegre em risco elevado e muito elevado de incêndio

O outono não está  a facilitar a vida à Protecção Civil e aos Bombeiros. Com temperaturas acima dos 30º celsius o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) lançou um alerta de risco máximo de incêndio para 60 concelhos do país, sendo que Beja e Portalegre são dois distritos alentejanos em risco muito elevado e elevado de incêndio.

Páginas