Está aqui

Baixo Alentejo

Reprogramação dos fundos comunitários corrigiu injustiças com o Baixo Alentejo

Pedro do Carmo considera que o resultado da reprogramação dos fundos comunitários foi positiva para o Baixo Alentejo e que veio corrigir um quadro comunitário, que foi negociado pelo PSD e pelo CDS em "desfasamento com a realidade do país, com a segurança e com o acesso dos cidadãos aos principais serviços públicos e centros urbanos".
 

Críticas às culturas intensivas no Alentejo são "irresponsáveis e desinformadas"

O PSD do Baixo Alentejo já reagiu às recentes críticas lançadas particularmente pelos Os Verdes, PCP e BE às culturas intensivas no Alentejo. Depois de uma série de encontros com as associações empresariais e de produtores, como a OLIVUM- Associação de Olivicultores do Sul, a ACOS- Associação de Agricultores do Sul e  a AABA- Associação de Agricultores do Baixo Alentejo, onde foram demonstradas "sérias preocupações" com os crescentes ataques políticos às culturas intensivas no Alentejo.

Beja: PSP cria balcões em concelhos onde não tem postos fixos

A PSP vai passar a receber os munícipes dos concelhos do Baixo Alentejo com regularidade, em balcões de atendimento não permanente, isto é, instalados em espaços emprestados pelos municípios e a funcionar em datas definidas.

A medida surge de uma parceria com a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) e o Comando Distrital de Beja da Polícia de Segurança Pública e vai permitir aos munícipes terem atendimento da PSP em concelhos do Baixo Alentejo, onde não existem postos fixos daquela polícia.

Beja inaugura hoje incubadora de inovação social

A incubadora de inovação social, a segunda no Alentejo, é inaugurada hoje, 14 de dezembro, em Beja, pela ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, no Centro Unesco para a Salvaguarda do Património Imaterial. O projeto é cofinanciado entre a Portugal Inovação Social e o município de Beja, e pretende vir a criar "condições favoráveis ao surgimento de projetos sociais inovadores nesta região, apoiando a sua implementação e desenvolvimento".

Ourique: é um porco diferente o porco alentejano

O que há de melhor no Baixo Alentejo está à vista na Feira do Porco Alentejano em Ourique. O certame para 2019 já tem data marcada, decorrendo entre 22 e 24 de março e é já um marco da preservação e valorização do porco alentejano e é também um polo de cultura, animação e gastronomia.

Agricultura, pecuária, gastronomia, cultura e animação são marcas desta feira que homenageia um dos produtos endógenos alentejanos: o porco. E é um porco diferente o porco alentejano.

MeteoAlentejo precisa de 500 euros para comprar nova estação meteorológica para Mértola

O MeteoAlentejo lançou hoje uma campanha para angariar 500 euros, com o intuito de comprar uma nova estação (DAVIS VUE) para a vila de Mértola, uma vez que a estação que aí tem instalada desde 2015, atingiu o limite de via útil de 3 anos.

Trata-se de um projeto regional de meteorologia sem fins lucrativos, que tem como objetivo divulgar em tempo real as condições meteorológicas na região e que conta para o efeito com 7 estações meteorológicas instaladas em Serpa, Bemposta, Beja, Amareleja, Mértola, Moura e Marvão.

PCP do Baixo Alentejo rejeita descentralização e defende regionalização

O PCP do Baixo Alentejo assinala os 20 anos do referendo sobre a regionalização (que não teve força vinculativa já que a abstenção foi superior a 50%), para lembrar que este é um "imperativo constitucional ainda não cumprido" e criticar o que chama de imposição da descentralização às autarquias por parte do governo.

Governo garante postos de trabalho na SOMINCOR até 2027

Para Pedro do Carmo, deputado do PS eleito por Beja, o Governo está a apostar no Baixo Alentejo, embora essa aposta "pode não ter a extensão e intensidade que todos desejávamos, tendo em conta os passivos acumulados".

Em comunicado Pedro do Carmo congratula-se com a aprovação minuta do contrato fiscal de investimento a celebrar entre o Estado e a SOMINCOR – Sociedade Mineira de Neves Corvo, tendo em vista um investimento de 256,6M€, através da atribuição de um crédito fiscal em sede de IRC de 9%, e isenção em sede do Imposto do Selo até ao montante máximo de 16,7M€.

Discurso de alguns autarcas alentejanos é "alarmista"

A cultura de azeite e as monoculturas intensivas e superintensivas do olival regadas com água do Alqueva está a gerar uma troca de palavras entre autarcas do Baixo Alentejo e o Ministério da Agricultura de Capoulas Santos.

A Arte de Viver com um Negócio Criativo no Baixo Alentejo

O Alentejo tem negócios criativos? Quantos? E onde?

É o que está a tentar perceber a Associação de Defesa do Património de Mértola e que promove, entre setembro e novembro, nas localidades de Beja, Mértola e Serpa, o workshop “A Arte de Viver com um Negócio Criativo”, com o objetivo de identificar, mapear e estimular o empreendedorismo criativo no Alentejo.

Páginas