Está aqui

Aljustrel

Escolas alentejanas têm mais alunos que concluem estudos no tempo esperado

É nos primeiros anos de escola, logo no 2.º ano, que os alunos têm maiores dificuldades, de acordo com os dados do Ministério da Educação que revelam que 5% das crianças reprovou no 1.º ano de escolaridade. Contudo, os municípios com uma percentagem perfeita de conclusões no tempo esperado localizam-se no Alentejo, avança a Lusa.

Municípios alentejanos promovem aulas de desporto online

Os municípios de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Ferreira do Alentejo, Santiago do Cacém e Ourique uniram-se para promover a Semana Intermunicipal da Atividade Física, que durará de 1 a 5 de março.

A iniciativa consiste num programa semanal online, com aulas diárias que decorrem em três horários diferentes: entre as 10h00 e as 10h30, as 18h30 e as 19h00 e as 19h30 e as 20h00.

Aljustrel rende 3000 quilos na primeira colheita de canábis para fins medicinais

A primeira colheita da exploração de canábis da RPK Biopharma, em Aljustrel, gerou um total de “aproximadamente três mil quilos de flor seca de canábis”, a partir de 40 mil plantas.

Os números foram divulgados pela The Flowr Corporation, sociedade canadiana proprietária da Holigen e da sua subsidiária portuguesa, a RPK Biopharma, num comunicado com a atualização sobre as suas operações em Portugal, enviado à agência Lusa.

Aljustrel ergue mais um marco à EN2

Há mais um marco de homenagem a assinalar a passagem da estrada Nacional 2 (EN2) no Alentejo, desta vez em Aljustrel.

Para publicitar e assinalar a passagem da EN2 no concelho, a autarquia alentejana ergueu mais um marco à “Route 66 portuguesa2 numa das rotundas da localidade. Assim, ao quilómetro 619, nasceu uma réplica gigante do já famoso marco da EN2, obra do escultor João Daniel.

2 milhões de euros para beneficiar as estradas em Beja

Terão em breve início diversos trabalhos de pavimentação em várias estradas do distrito de Beja e que, no seu conjunto, estão orçados em cerca de 2,1 milhões de euros.

Estas empreitadas - nos concelhos do Alvito, Aljustrel, Castro Verde, Cuba e Vidigueira - têm como principal objetivo melhorar o desempenho funcional e prolongar o tempo de vida útil do pavimento e preveem intervenções também ao nível da drenagem e da reformulação da sinalização horizontal. O investimento é de cerca de 2,1 milhões de euros.

Aljustrel: uma homenagem à mina e aos mineiros com os olhos no futuro

Será ao abrigo do programa Valorizar, do Turismo de Portugal, que vão nascer duas iniciativas em Aljustrel, integrando o projeto “Trilhos da Memória”, no novo Parque Mineiro de Aljustrel.

Neste parque em desenvolvimento - que é também uma forma de homenagens a uma marca identitária do concelho: a mina e os mineiros - além do centro interpretativo e do comboio turístico, existem já cerca de 12km de caminhadas mineiras, o maior percurso mineiro urbano do país.

Aljustrel volta a registar maior taxa de natalidade do Baixo Alentejo

O concelho de Aljustrel voltou a registar a segunda maior Taxa de Fecundidade Geral do País em 2019, ao lado de Lisboa, avança o Canal Alentejo. Recorde-se que, tal como em 2017, só Lisboa apresenta números mais elevados.

De acordo com os últimos dados revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o concelho alentejano apresenta uma taxa de fecundidade geral de 56,0. Por sua vez, Lisboa lidera esta taxa, registando um valor de 62,1.

Messajana para disfrutar a nu

Messejana é um nome recorrente das histórias e cultura tradicional alentejana. O facto deve-se sobretudo a Brito Camacho, natural de Aljustrel, ministro da 1ª República. Quando uma delegação de representantes da Messejana se deslocou a Lisboa para lhe apresentar um extenso caderno reivindicativo, o ministro terá reagido com um “Não querem também uma praia?”, sendo a resposta da delegação um ícone e um mito da tradição popular alentejana: “Arranje lá a água, que a areia arranjamos nós”, tornando assim célebre a famosa Praia da Messejana.

Plantação de canábis em Aljustrel vai crescer para 40 hectares

A maior plantação de canábis para fins medicinais da Europa, com uma área atual de nove hectares, encontra-se no concelho de Aljustrel, em Beja, e vai crescer para 40 hectares em 2021, anunciou a câmara em comunicado enviado à Lusa.

De acordo com a autarquia, este trata-se de um investimento da empresa Holigen (propriedade da sociedade canadiana Flwr), através da sua subsidiária portuguesa RPK Biopharma, “que começou a ser instalado no ano passado” na localidade de Montes Velhos.

Aljustrel com propostas para o Plano de Recuperação Económica

Face à crise económica provocada pelas medidas de combate à pandemia, a Câmara de Aljustrel não quis deixar de mostrar a sua opinião e já entregou os seus contributos para o Plano de Ação no âmbito da estratégia para o Plano de Recuperação Económica de Portugal (PREP) 2020-2030.

A ser delineado por António Costa da Silva, a pedido do Governo, este plano pode agora contar com as sugestões realizadas pela autarquia de Nélson Brito, e que defendeu, entres outras obras para o concelho de Aljustrel, a construção da variante de Aljustrel.

Páginas