15 Junho 2024      09:51

Está aqui

Aljustrel expõe vida e obra de Luís Amaro até final de setembro

“Dádiva. Luís Amaro - Uma vida em Livros” é o título da exposição patente na Biblioteca Municipal de Aljustrel (Beja), apresentando “a vida e obra deste singular nome da literatura portuguesa”, divulgou a organização.

A mostra, que reúne 17 painéis e pode ser visitada até 30 de setembro, é promovida pela Associação Do Fundo à Superfície, Associação de Defesa do Património Mineiro, Cultural e Ambiental do Concelho de Aljustrel, em parceria com a câmara municipal.

A iniciativa aborda a vida e obra de Luís Amaro (1923-2018), natural de Aljustrel, e apresenta “livros, cartas, testemunhos, dedicatórias e objetos pessoais”, disse a organização.

Autodidata, Luís Amaro foi poeta, revisor, editor, crítico, publicista, bibliófilo, biógrafo, jornalista e investigador literário, bem como ensaísta e memorialista em catálogos, antologias, dicionários, bibliografias e obras completas.

“Após uma atividade intensa de quase 30 anos ao serviço da Livraria Portugália e, posteriormente, da Editora Portugália, ingressa, em 1970, na Fundação Calouste Gulbenkian, na revista Colóquio e, no ano seguinte”, assou para a revista Colóquio/Letras, “onde irá permanecer 25 anos”.

 

Imagem de sol.sapo.pt