Baixo Alentejo

TIM COM CONCERTO ACÚSTICO EM MOURA

O incontornável Tim, vocalista dos Xutos & Pontapés, vai atuar em Moura, no Espaço Sheherazade, num concerto acústico, que promete fazer história.

O concerto em quarteto decorre no próximo sábado, dia 18 de fevereiro, às 21:30 e as entradas têm um custo de 10€ e podem ser reservados na receção da Divisão de Cultura, Património e Desporto, da CMM, na Praça Sacadura Cabral, em Moura, ou através do n.º de telefone 285250460.

Acerca do Tim

ALJUSTREL AFIRMA-SE COMO PÓLO TURÍSTICO

O projeto "Promoção Turística do Concelho de Aljustrel" foi um dos 35 aprovados pelo Alentejo 2020 e consiste na promoção do território enquanto pólo turístico, particularmente ligado ao património industrial legado pela indústria em feiras nacionais e internacionais, a publicidade ao território, a edição de materiais promocionais, a produção de mapas, folhetos, roteiros, brochuras, merchandising e painéis informativos.

PRESIDENTE DA CÂMARA DE BEJA DEFENDE UM ÚNICO ALENTEJO

João Rocha, presidente da Câmara de Beja (PCP), deu a cara pela "Comissão Dinamizadora" da AMAAlentejo, um movimento criado em abril do ano passado e que defende a criação duma Comunidade Regional do Alentejo, para apresentar um abaixo-assinado que procura recolher pelo menos 35 mil assinaturas para levar precisamente esse assunto à Assembleia da República.

MOURA TRANSFORMA 9 KM DE VIA FÉRREA EM ECOPISTA

A desativação em 1990 do Ramal de Moura, que chegou à localidade 88 anos antes, deixou sem funções a estação ferroviária de Moura e muitos quilómetros de linha férrea. O município resolveu dar-lhe agora uso, transformando a antiga estação ferroviária de Moura em Central de Camionagem, com edifício de passageiros, instalações sanitárias e uma parcela de terreno de 3.700 metros quadrados que vão ser requalificados, que darão também apoio à ecopista.

NILZA DE SENA CRÍTICA "RETROCESSO" DO ESTADO DE DIREITO NA ROMÉNIA

Nilza de Sena (PSD), deputada eleita pelo Baixo Alentejo e Presidente da Comissão de Assuntos Económicos, Ciência, Tecnologia e Ambiente da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), criticou duramente o recente decreto do governo romeno que descriminaliza abuso de poder e conflitos de interesses.
 

ALJUSTREL RECUPERA PATRIMÓNIO MINEIRO ÚNICO

O município de Aljustrel, no Baixo Alentejo, com longa tradição mineira, está a requalificar o bairro mineiro de S. João do Deserto numa intervenção que inclui novos arruamentos, uma zona de lazer, estacionamentos, pavimentações, espaços verdes e iluminação LED.

ALQUEVA PROMOVE REGADIO JUNTO DE INVESTIDORES EM BERLIM

O Alqueva está entre hoje e 10 de fevereiro na Fruit Logística, a maior feira profissional de frutas e legumes frescos a nível mundial em Berlim. A acção de promoção visa captar investimento estrangeiro e esta é a quinta missão consecutiva naquele certame, onde são divulgadas as oportunidades de negócio criadas pelo projecto de Alqueva junto de investidores e importadores.

PEDRO DO CARMO DESCONTENTE COM PROSPECÇÃO DE PETRÓLEO NA COSTA ALENTEJANA

Pedro do Carmo, eleito deputado de Beja pelo PS confrontou o governo com o que chamou de "diferentes decisões nas concessões de direitos de prospeção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo em território nacional ao largo do Algarve e no Alentejo" e quer saber porque não foi revertida a "situação como aconteceu com concessões de diversa natureza no Algarve, em Lisboa e no Porto".

VILA VIÇOSA MAIS PERTO DE SER PATRIMÓNIO MUNDIAL DA UNESCO

Vila Viçosa já está inscrita na lista indicativa de Portugal ao Património Mundial da UNESCO e junta esforços para que a candidatura seja bem sucedida. Para o efeito acaba de estabelecer dois protocolos com a Direção Regional de Cultura do Alentejo e a Direção-Geral do Património Cultural que apoiarão a organização do dossiê final da candidatura e prestarão cooperação técnico-científica na área da salvaguarda do património cultural.

ALQUEVA TEM 29 PRÉDIOS RÚSTICOS PARA VENDER POR LICITAÇÃO


A Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA) tem 29 parcelas de terreno em Beja para vender por licitação pelo melhor preço. Tratam-se de prédios rústicos resultado de expropriações aquando a construção da barragem de Alqueva que têm uma base de licitação entre os 520 euros e os 33 mil euros, com áreas que variam entre os 0,0650 e os 2 hectares.

Páginas