Está aqui

Alto Alentejo

BAJA PORTALEGRE COM MAIS DE 400 PILOTOS EM PROVA

A 30ª edição da Baja Portalegre 500 conta até ao momento com 418 inscritos, divididos nas categorias automóvel, moto, quads, UYV/Buggy e Mini Baja. 

Nos Automóveis, o total de participantes neste momento é de 110, com 49 formações a pontuarem para a Taça do Mundo FIA de Ralis Todo Terreno e 61 equipas a participarem no evento nacional.

VILA GALÉ QUER INVESTIR 5 MILHÕES EM ELVAS

A notícia é avançada pelo jornal online Eco e refere que o grupo hoteleiro Vila Galé pretende investir 5 milhões de euros no antigo Convento de S. Paulo, em Elvas, na transformação do edifício histórico num hotel com 64 quartos e dois restaurantes.

Este antigo convento é um dos 30 edifícios históricos que o governo colocou a concurso para concessão a privados, para reabilitação e conversão em projectos turístico, através do programa Revive.

VAI CAIR GELO NO ALENTEJO

Segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) nos próximos dias Beja vai ter chuva forte e trovoada. Já Évora e Portalegre podem contar com muita chuva, granizo e trovoada. Abrigue-se.

Imagem de capa da novotempo.com

RUI NABEIRO DÁ NOME A RUA EM GONDOMAR

Rui Nabeiro, dono da Delta Cafés, foi homenageado pela Câmara Municipal de Gondomar, que atribuiu o seu nome a uma das ruas daquela cidade do norte do País.

ALENTEJO VAI FICAR AINDA MAIS 5 ESTRELAS

Um novo empreendimento hoteleiro de 5 estrelas, o “Pestana Abrunheira Country Resort & Residences”, vai nascer no Alentejo.

O investimento é do Grupo Pestana que irá concretizar um projeto de cerca de 200 milhões de euros numa nova unidade hoteleira na Herdade da Abrunheira, a três quilómetros de Portalegre, avança a Lusa.

CASTELO DE PORTALEGRE CONCESSIONADO A PRIVADOS

O Castelo de Portalegre é um dos doze monumentos nacionais que será entregue à concessão a privados para exploração comercial no âmbito do programa "Revive", um programa governamental e que detém um fundo de 150 milhões para financiamento a projectos de recuperação e revitalização turística.

CAMPO MAIOR REDUZ IMI

As famílias residentes em Campo Maior vão pagar menos de IMI. A medida foi proposta pelo executivo de Ricardo Pinheiro, presidente da autarquia e beneficia em 20 euros agregados com um dependente, 40 euros para agregados com dois dependentes e 70 euros para agregados com três ou mais dependentes.
 
Segundo Ricardo Pinheiro  a medida reduz as receitas municipais mas alivia as famílias de Campo Maior.

ELVAS RECUPERA UMA DAS MAIORES SINAGOGAS DO PAÍS

Já decorrem as obras da primeira fase de recuperação do antigo edifício do Açougue e de adaptação para espaço interpretativo da antiga Sinagoga de Elvas, no Centro Histórico de Elvas, entre a Praça da República e o Largo do Salvador. Trata-se de uma das maiores sinagogas em Portugal está no Alentejo e depois de recuperada irá integrar o roteiro judaico do Alto Alentejo.

A obra de recuperação vai custar cerca de 300 mil euros e, segundo a autarquia, estará pronta em meados de 2017 para receber o público.

PORTALEGRE: PORCO MEDITERRÂNICO EM SIMPÓSIO INTERNACIONAL

Há um crescente interesse dos consumidores pelos produtos tradicionais em torno das raças autóctones de porcos, geralmente de qualidade superior e portadores do selo europeu de Produtos com Denominação de Origem. Este interesse e procura têm funcionado como incentivo à recuperação das raças locais, particularmente na zona mediterrânica e o facto tem beneficiado pequenas economias do interior, particularmente as do Alentejo, onde a dieta mediterrânica impera, recentemente aclamada como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, garantia de aumento dos fluxos turísticos.

O ALTO ALENTEJO ESTÁ MAIS EFICIENTE

As questões ambientais são um tema muito debatido na atualidade. O aumento do uso de energias renováveis tem vindo a ser cada vez mais visível nos últimos anos e o distrito de Portalegre tem acompanhado esse crescimento.

A AREANATejo, Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejo e Tejo, é quem promove e trabalha estes assuntos no distrito de Portalegre. Desde a sua criação, em 2002, já se desenvolveram mais de 50 projetos e diversas iniciativas de modo a darem resposta às necessidades regionais.

Páginas