Está aqui

Vale do Guadiana

Prevê-se onda de calor que chega aos 40ºC em Évora e Beja

As previsões meteorológicas apontam para uma subida significativa das temperaturas na Península Ibérica já no final desta semana, com os termómetros a poderem atingir os 47°C no vale do Guadalquivir, na Andaluzia, e com uma média de 35°C para o território de Portugal continental, adianta a TSF.

Nasceram 136 linces-ibéricos em Silves entre 2010 e 2020

O Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico (CNRLI) de Silves já viu nascer, entre 2010 e 2020, 136 crias de lince ibérico, sendo que 86 dessas já se encontram em liberdade, reforçando as populações selvagens, no Vale do Guadiana ou em Espanha.

De acordo com o portal Terra Ruiva, em 2021, no mês de fevereiro, registou-se o nascimento das primeiras crias deste ano, quando Juromenha pariu três crias, fruto do seu emparelhamento com Juncabalejo, segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Seguiu-se o parto da fêmea Fresa, que teve duas crias.

Sete linces-ibéricos são libertados este ano no Vale do Guadiana

Sete linces-ibéricos, espécie considerada como “Criticamente em Perigo” em Portugal, vão ser libertados este mês no país, o total do ano, anunciou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Em comunicado citado pela Lusa, o ICNF revela que a época de soltas de lince-ibérico no país teve início esta terça-feira, com a libertação de dois de sete exemplares, num programa que “continuará até ao final do mês, na área de reintrodução do Vale do Guadiana”.

Vale do Guadiana tem a maior taxa de nascimentos de linces da Península Ibérica

A taxa de nascimentos na população de linces ibéricos no Vale do Guadiana é a mais elevada da Península Ibérica, revelam os resultados dos censos 2019 divulgados esta quarta-feira pelo Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).

Estes dados, citados pela agência Lusa, indicam que a taxa de nascimentos (taxa de produtividade) no Vale do Guadiana é a mais elevada na península, sendo que, em 2019, das 13 ninhadas referenciadas, três geraram cinco crias cada uma, quando anteriormente o máximo registado foi de quatro crias por ninhada.

O último refúgio selvagem do país é no Alentejo

Na próxima sexta-feira, 19 de outubro, é apresentado em Mértola o documentário "Guadiana Selvagem", assinado por Daniel Pinheiro. A iniciativa decorre a partir das 21h00 no cineteatro Marques Duque e revela a história natural do Vale do Guadiana, feita de paisagens naturais e humanas, lar de algumas das espécies "mais ameaçadas do país" e um dos mais ricos locais em biodiversidade, num documentário feito com a mais avançada tecnologia em termos de captação de imagem (em UHD 4K).

Lince libertado no Alentejo apareceu na Catalunha

Foi libertado no Vale do Guadiana, em 2015, um lince de nome Lítio, atualmente com quatro anos. Pois o Lítio resolver dar um passeio e foi até Barcelona, na Catalunha, percorrendo mais de 1000 quilómetros.

 Depois de atravessar toda a Espanha, o Lítio foi detetado por técnicos do Governo da Catalunha, num campo de cerejeiras, de acordo com o ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

NOVO LINCE LIBERTADO EM MÉRTOLA

A Herdade das Romeiras, em Mértola, recebeu um novo lince-ibérico, vindo de Espanha para repovoar o Alentejo. Trata-se de uma fêmea que foi libertada no início desta semana e chama-se Nara.

Segundo o  Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), o núcleo populacional de linces nesta região já está consolidado, contando com oito fêmeas reprodutoras e nascimentos no meio pelo segundo ano, num total de 34 linces no Parque Natural do Vale do Guadiana.