Está aqui

Polícia Judiciária

Distrito de Évora regista maior número de mortes por violência doméstica

O distrito de Évora foi o que registou mais femicídios, em contexto de violência doméstica, numa taxa de 2,62 por 100.000 habitantes, avançam os dados do relatório da Polícia Judiciária, “Homicídios nas relações de intimidade – Estudo dos inquéritos investigados pela Polícia Judiciária”.

De acordo com estes dados, publicados pelo Público e citados pelo Expresso, foram registadas em Portugal, entre 2014 e 2019, 128 mortes em relações de intimidade, em que 111 eram mulheres. Em média foi assassinada mais do que uma mulher por mês em contexto de violência doméstica.

MINISTRA DA JUSTIÇA INAUGURA UNIDADE DA PJ EM ÉVORA

A Polícia Judiciária (PJ) vai dispor de uma Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) e que terá como áreas privilegiadas de intervenção os concelhos de: Arraiolos, Avis, Castelo de Vide, Elvas, Estremoz, Évora, Fronteira, Montemor-o-Novo, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre, Redondo, Reguengos de Monsaraz e Vila Viçosa.

Esta nova Unidade Local de Investigação Criminal de Évora da Polícia Judiciária (PJ) é inaugurada hoje pela Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

ÉVORA VAI TER UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL DA PJ

A Polícia Judiciária (PJ) prepara-se para instalar em Évora uma Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC).

A futura ULIC de Évora terá como áreas privilegiadas de intervenção, Arraiolos, Avis, Castelo de Vide, Elvas, Estremoz, Évora, Fronteira, Montemor-o-Novo, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre, Redondo, Reguengos de Monsaraz e Vila Viçosa.

A notícia foi avançada por Ricardo Valadas, Presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária, na edição de ontem do Correio da Manhã.

Imagem de capa de APM // JGJ