Está aqui

Plano de Recuperação e Resiliência

Programa Bairros Saudáveis sofre “impasse” no financiamento

O Programa Bairros Saudáveis registou “um impasse” no financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que atrasou o início dos 246 projetos aprovados, exigindo-se a prorrogação do prazo até final de 2022.

Em declarações à agência Lusa, Helena Roseta, coordenadora do projeto, afirmou que “tivemos um impasse no programa, tivemos que suspender, porque não se conseguia resolver o impasse, porque não conseguíamos assinar o protocolo com a Estrutura de Missão do PRR”.

Alandroal investe 3,1 milhões para melhoria de habitações “indignas”

A Estratégia Local de Habitação (ELH) da Câmara Municipal de Alandroal já foi aprovada e prevê um investimento de 3,1 milhões de euros para melhoria de habitações e apoio às famílias que vivem em condições habitacionais “indignas”, adianta o jornal Linhas de Elvas.

Governo investe 500 milhões em obras rodoviárias no Alentejo e todo o país

O primeiro-ministro apresentou um conjunto de “pequenas grandes obras” rodoviárias no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), defendendo que o investimento de 500 milhões de euros “terá um impacto profundo económico, porque dinamizará pequenas e médias empresas e gerará emprego disseminado” no território nacional.

De acordo com a Lusa, António Costa assumiu esta posição no final da sessão de apresentação do programa de investimentos em infraestruturas no âmbito do PRR, que decorreu na sede das Infraestruturas de Portugal, no Pragal, no concelho de Almada.

Ministra garante que 4.720 pessoas já se mudaram para o interior

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, referiu nesta quinta-feira que 4.720 pessoas já se transferiram para o interior ao abrigo de programas do Governo, dizendo que são todos “bem-vindos”, adianta a agência Lusa.

Respondendo ao deputado e líder do Chega André Ventura, a ministra garantiu que “através do programa Trabalhar Interior conseguimos já captar 350 pessoas e, através do programa Regressar, 4.370 pessoas, ou seja, estamos a falar de 4.720 pessoas”.

Barragem do Pisão prevê 120 milhões em versão final para Bruxelas

O projeto de construção da Barragem do Pisão, no Crato, consta na versão final do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) com um montante de 120 milhões de euros, tendo sido enviado na passada quinta-feira por Portugal à Comissão Europeia.

De acordo com a Lusa, o Empreendimento de Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Crato (Barragem do Pisão) está previsto que envolva, no total, cerca de 171 milhões de euros.

Captação para reforçar água no Algarve preocupa proprietários do Alqueva

Os proprietários do Alqueva mostraram-se preocupados com a construção de uma captação no rio Guadiana, próximo de Pomarão, em Mértola, que visa reforçar as disponibilidades de água no Algarve, disse esta quarta-feira um representante à Lusa.

Este projeto está integrado do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) do Governo, com prazo de execução até 2026, mas é criticado pela Associação de Proprietários e Beneficiários do Alqueva (APBA).

Governo disponibiliza 47 milhões para rede de rega da barragem do Crato

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, anunciou esta quinta-feira que cerca de 47 milhões de euros vão ser disponibilizados para a rede de rega associada à barragem do Crato, avança o Jornal Económico.

O investimento faz parte de um total de cerca de 470 milhões de euros de verbas que vai ser aplicado n setor, no âmbito do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência e do PDR – Plano de Desenvolvimento Regional 2020.