Está aqui

Gás Natural

Porto de Sines volta a bater recorde

Já este ano de 2019, o porto de Sines voltou a bater um recorde, desta feita o do seu recorde diário de regaseificação de GNL.

De acordo com informações da britânica S&P Global Platts Analytics, o Porto de Sines bateu o recorde diário de regaseificação, tendo o porto alentejano contado 19 milhões de metros cúbicos de regaseificação de gás natural liquefeito a 15 de março, batendo um recorde que datava de janeiro passado.

Campo Maior já exporta gás natural

No passado mês de janeiro, o Sistema Nacional de Gás Natural exportou, pela primeira vez, gás natural pela interligação de Campo Maior, como revelou a REN (Redes Energéticas Nacionais).

Esta ligação existe há cerca de 22 anos, mas só agora a vila alentejana a viu ser usada para exportar gás natural para Espanha e, no dia 10 de janeiro, o fluxo total de gás para abastecimento do sistema espanhol foi de perto de um milhão de metros cúbicos.

António Costa abre Sines ao gás natural americano

Numa conferência promovida pela Associação de Amizade Portugal Estados Unidos, o primeiro-ministro António Costa abriu as portas do porto de Sines ao gás natural liquefeito (GNL) americano, deixando no ar a possibilidade de Portugal se transformar assim na porta de entrada na Europa das exportações de gás natural norte-americano.