Está aqui

Cannabis

Aljustrel vê nascer fábrica de “cannabis” medicinal

Aljustrel vê nascer fábrica de “cannabis” medicinal, investimento da empresa RPK Biopharma, ligada ao grupo internacional Holigen.

A unidade de produção de cannabis medicinal vai avançar na freguesia de São João de Negrilhos, concelho de Aljustrel, e as obras terão início no primeiro semestre de 2019, num investimento total a rondar os 40 milhões de euros.

Em simultâneo, a empresa encontra-se a fazer o licenciamento junto do Infarmed e, depois de construído o edifício será a mesma entidade a dar luz verde ao início da produção.

CANNABIS DO ALQUEVA

A despenalização do consumo de cannabis para fins medicinais está ainda em fase de legislação, mas existem já perspetivas de vir a plantar-se no Alqueva e, à Renascença, José Pedro Salema, presidente da EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva revelou que existem mesmo contactos nesse sentido.