15 Março 2016      12:09

Está aqui

O DIA DA MULHER É AMANHÃ!

Celebrou-se no passado dia 8 de Março o dia internacional da Mulher. Legitimo!

No entanto, o que me faz pensar, é quantas mulheres tiveram que morrer em luta pelo seu reconhecimento e quanto sofrimento passaram. Para mim o dia da mulher é todos os dias, pois todos os dias sou mulher! Mas concordo que se celebre esse dia, não com jantaradas e festarolas, mas sim que se reconheça a existência deste dia, se conheça a sua origem e principalmente se reconheça a sua importância!

Em termos profissionais todos os dias dou o meu melhor e apresento resultados - não sou intelectualmente inferior a nenhum homem. Sou singular, sou mulher, não quero ser igual a nenhum homem, até porque biologicamente é de todo impossível, apenas a única coisa que importa é ter igualdade de oportunidades. Basta ter esta oportunidade para mostrar as minhas competências, profissionalismo, empenho, inteligência e dedicação, e obviamente o empregador escolherá. Há um senão! As mulheres têm filhos – por isso faltam mais, têm direito a licenças de maternidade, de apoio à família! Ninguém é insubstituível, é facto, mas isto acontecer nos dias de hoje, é vergonhoso por vários factores. Mas o pior é permitir-se que aconteça e ser socialmente aceite! Muitas vezes não se quebra o silêncio e a revolta fica instalada dentro de cada uma de nós. Às vezes é necessário vestir o fato de “super-mulher” e lutar… o silêncio ninguém escuta!

Há cerca de 15 anos que me dedico ao associativismo. Já estive em órgãos sociais em que era a única mulher. Continuo sem entender a falta de participação do sexo feminino no associativismo, mas perdoem-me, a culpa é vossa! E depois queixam-se! Na política acontece mesmo, ainda que nos últimos dois anos tenham existido melhoras, mas é uma luz ao fundo do túnel. Já participei activamente na política, continuo ligada ao associativismo em cargos de gestão e ainda faço voluntariado… Sabem que mais, também tenho família e amigos e um emprego! Chama-se gestão de tempo!

Acredito piamente que é nesta participação activa que se pode fazer a diferença para chegar à tão almejada igualdade. Mulheres, vistam o fato de “super-mulher” e por favor contribuam activamente para uma sociedade mais justa, lutem contra a inércia, arranjem um bocadinho, dediquem-se a causas que acreditam, mas participem. Garanto-vos que se o fizerem se valorizam mais a vós próprias e criam uma noção mais equitativa da sociedade em que vivemos! E serão mais felizes!

No site http://www.internationalwomensday.com está estimado que faltam 119 anos, 9 meses, 2 semanas, 3 dias, 3 horas e alguns segundos para se atingir igualdade de género e ainda pedem para marcarmos na nossa agenda, não porque vamos cá estar na altura, mas para não nos esquecermos da importância do assunto! Podíamos tentar reduzir estes dados, não?

Por isso, mãos à obra! O dia da mulher é amanhã… e todos os dias!

Imagem de capa daqui.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.