Está aqui

igualdade

Universidade de Évora integra Cátedra da UNESCO

A Universidade de Évora integra Cátedra EDUWELL da UNESCO “Educação e Ciência para o Desenvolvimento e Bem-Estar Humano”.

Esta cátedra surgiu da parceria entre diversas Instituições de Ensino Superior (IES) portuguesas, em associação com instituições de Angola, Brasil, Cabo Verde Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste e o objetivo é o de fazer face às desigualdades tecnológicas, de educação e de conhecimento científico, um dos grandes desafios do século XX.

Alentejo: 16M€ para diminuir o fosso digital entre áreas urbanas e rurais

Já está em curso em 4 localidades alentejanas o projeto que pretende para diminuir fosso digital entre áreas Urbanas e Rurais europeias.

Com um investimento de cerca de 16 milhões de euros, o “Auroral – Architecture for Unified Regional and Open digital ecosystems for Smart Communities and wider Rural Areas Large scale application” é liderado, a nível europeu, pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo – CCDR-A.

A escola que sobra depois da pandemia

Sobre a escola e a educação, depois da pandemia, há uma pergunta que sobressai: Haverá equidade na Educação, em Portugal, depois de 2020?

Parece que a longa quarentena, que foi muito útil para fazer arrumações em tantos lares, não terá sido assim tão útil para outras arrumações.

Estremoz estende contrato para mediação intercultural

O Ministério da Administração Interna (MAI) prorrogou o Protocolo de Colaboração com o Município de Estremoz e a Associação Letras Nómadas e que faz a gestão e mediação intercultural no concelho com as comunidades nómadas.

Esta reunião decorreu na passada semana e o MAI decidiu prorrogar o contrato por um período de 6 meses. Esta parceria decorre desde 2018 e tem apresentado resultados muito positivos, de acordo com a autarquia, no que concerne à situação social e de sentimento de segurança no concelho.

Beja tem um festival só para elas

Beja tem um festival exclusivamente no feminino: o Festival das Marias.

Este festival decorrerá no Teatro PAX Júlia, de 20 a 30 de novembro, e conta com atividades como música, conversas, círculos de mulheres, documentários e ateliers e oficinas.

Na música, destaque para o nome a reconhecida cantora brasileira Adriana Calcanhoto.

"Campeões da Indiferença" conduziram pela primeira vez

Há muitos campeões, mas há uns campeões maiores que outros. Estes de que falamos são desse segundo grupo, são “ Campeões da Indiferença”.

Quando as mulheres eram esquecidas

De 22 a 24 de abril, em Évora, decorrerá o Congresso Internacional | "Um Reino de Mulheres: Expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas", o congresso que recorda a multidão de mulheres importantes que fizeram História e que foram vítimas do esquecimento.

Foram muitas as mulheres que, nas expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas fizeram história e foram esquecidas; serão recordados pela Universidade de Évora a 22, 23 e 24 de abril de 2019.

Alentejo: mediadores interculturais vão integrar ciganos e migrantes

Os municípios alentejanos de Moura, Serpa e Beja vão passar a contar com uma nova profissão nos seus concelhos, a de mediador intercultural.

A intenção é a de apoiar os processos de integração das comunidades mais vulneráveis dos seus concelhos e realizar uma “intervenção sólida junto das comunidades e dos serviços”, integrando a comunidade cigana e a mais recente vaga de migrantes.

Marvão lança audioguia para turistas invisuais

A autarquia de Marvão já tem disponível um percurso turístico audioguiado denominado “Marvão, um Museu a Céu Aberto”que conta com um guião concebido especificamente para utilizadores invisuais, promovendo a mobilidade assistida.

Este guião, que integra 15 pontos de interesse escolhido, através de mensagens áudio ativadas automaticamente, num percurso pela localidade, está disponível em quatro idiomas - português, inglês, francês e espanhol - e pode ser adquirido no Posto de Turismo local.

Imagem de travelguide.michelin.com

 

Rita Ferro Rodrigues com projeto de igualdade de género no Alentejo

A associação feminista Capazes – que tem como presidente Rita Ferro Rodrigues – tem um novo projeto centrado no Alentejo, o “Clubes Capazes” e que pretende debater a igualdade de género.

Assim, durante o mês de maio, em Odemira, Portalegre, Elvas, Ponte de Sor e Évora, a associação debaterá o tema; os primeiros ciclos de conferências, decorreram em Odemira, a 4 de maio, e em Portalegre a 10. A 17 acontecerá em Elvas, e a 29, em Ponte de Sor.

Páginas