19 Agosto 2017      15:15

Está aqui

FILMES ANTIGOS SOBRE A OLARIA DE VIANA DO ALENTEJO CHEGAM AO PÚBLICO

Viana do Alentejo, no Alentejo Central, conhecida além fronteiras sobretudo pela arte dos chocalhos, património da UNESCO, e pela sua olaria, que está a ser alvo de um documentário de António Menezes, prepara-se para projetar publicamente dois filmes que retratam o contexto da produção oleira nas décadas de 60 e 70 do século passado.

Falamos de "Artistas e Artesãos – Cerâmica de Viana do Alentejo" e "Presença do Passado – Olaria de Viana do Alentejo", salientando os métodos de produção tradicionais e o contexto da Escola de Olaria Médico de Sousa, associada a nomes como Júlio Resende, Aníbal Alcino e Francisco Lagarto.

O 1º registo foi rodado em 1963 e restaurado pela Cinemateca Portuguesa com o patrocínio da Câmara Municipal de Viana do Alentejo. O vídeo apresenta a Escola Médico de Sousa nas suas vertentes pedagógica e lúdica, centrando-se nas componentes de modelagem do barro e pintura em cerâmica.

Já o 2º registo foi rodado em 1973 no âmbito do programa “Presença do Passado” e centra-se na antiga olaria do Mestre Laranjo, situada no antigo Convento do Bom Jesus e nos processos de modelagem e cozedura utilizados por esta antiga olaria tradicional.

As projeções decorrem a 26 de agosto, na Praça da República, em Viana do Alentejo.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.