Está aqui

Antropologia

EM PORTUGUÊS É MELHOR

Eu estou ‘uma pilha’, caro amigo e cara amiga leitores. Enquanto você lê este texto, eu já terei apresentado a minha primeira comunicação acadêmica em inglês, durante a reunião bianual da Associal de Antropólogos Europeus (EASA), em Milão, Itália.

A BELEZA NOS RUÍDOS

Há mais de dez anos, quando eu descobri a antropologia, percebi que os meus olhos e ouvidos estavam preparados para os desafios da profissão. Ao antropólogo, cumpre enxergar e decifrar o que está mais escondido. Um profissional desta área não deve deixar-se levar exclusivamente pela intuição, nem pelo senso comum. A sua compreensão sobre o que ele vê e ouve precisa de ser posta à prova junto aos seus intervenientes. Estes vão confirmá-la ou negá-la, e os resultados desta interlocução definirão os rumos da sua investigação antropológica.