3 Agosto 2017      14:48

Está aqui

SERPA SUBSTITUI REGA TRADICIONAL POR SISTEMA GOTA A GOTA

A Câmara Municipal de Serpa, no Baixo Alentejo, está a proceder à instalação de sistema de rega gota a gota em vários espaços verdes e arruamentos da cidade, segundo comunicado daquela autarquia, num investimento inferior a 10 mil euros. Os problemas criados com a escassez de água no Alentejo, que sofre este ano uma seca de severa a extrema, estão a levar os municípios a adaptarem-se face às restrições crescentes no consumo de água.

Segundo a mesma nota de imprensa, a autarquia, para além de minimizar os consumos de água, com a mudança do sistema tradicional que tem muitas perdas, sobretudo causadas pela evaporação, melhora as condições dos espaços verdes.
 
Neste momento são 15 os concelhos alentejanos onde foram decretadas restrições no uso de água como redução da rega de jardins e hortas, proibição de lavagem de carros e encher piscinas e encerramento de todas as fontes decorativas. Falamos de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, no litoral alentejano, Ferreira do Alentejo, Almodôvar, Alvito, Castro Verde e Aljustrel, no Baixo Alentejo, Arronches no Alto Alentejo e Viana do Alentejo,   Redondo, Alandroal, Arraiolos, e Borba, no Alentejo Central.
 
Imagem de capa da Fintrac.
CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.