Está aqui

Redondo

HÁ 10 MUNICÍPIOS NO ALENTEJO CENTRAL QUE VÃO SUBSTITUIR A ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Alandroal, Arraiolos, Borba, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo são os concelhos do Alentejo Central que se preparam para substituir a tecnologia da iluminação pública actual pela nova tecnologia LED. O momento será sinalizado hoje através da assinatura de um protocolo com a EDP Distribuição, para que se proceda a uma progressiva substituição da atual tecnologia de iluminação pública pela tecnologia LED que apresenta vantagens ambientais, energéticas e económicas.

Imagem de capa de mediotejo.net

PRODUÇÃO DE VINHOS ALENTEJANOS CONTINUA EM CRESCIMENTO

O Alentejo está a chegar além-fronteiras através dos seus vinhos. Estas exportações são, em parte, responsáveis pelo aumento da produção.

No 1º semestre de 2016 os Vinhos do Alentejo colocaram no mercado nacional e internacional 55 milhões de litros de vinho, o que revela um aumento de 1,2% relativamente ao ano anterior. Contudo, no mercado internacional houve um decréscimo relativamente ao mesmo período em 2015.

VINHO E AZEITE ALENTEJANO PARA LISBOETAS APRECIAREM

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) pegou em mais de 400 vinhos e azeites de 20 produtores alentejanos e levou-os esta semana para Lisboa, numa acção de promoção da dieta mediterrânica. A prova de vinhos e azeites alentejanos, que vai decorrer no Centro Cultural de Belém a 14 e 15 deste mês inclui a presença de produtores e especialistas dos sectores para provas de vinho comentadas, provas de azeites, seminários e para ensinarem o que liga com o quê, isto é, que vinhos para que comidas e vice-versa.

Alguns números interessantes

GRUPO PARRAS INVESTE 8 MILHÕES EM ÉVORA

O grupo Parras, segundo avança o Dinheiro Vivo, acaba de investir oito milhões de euros na compra de duas propriedades no Alentejo, para começar a produzir vinhos. Apesar de já comercializar vinhos alentejanos (cerca de 4 milhões de litros por ano) com as marcas Casas Brancas, Montaria e Pera Doce, o grupo pretende agora produzir vinho de elevado perfil e para o efeito comprou duas herdades, o monte da Candeeira e a Herdade da Vigia, junto à barragem que lhe dá o nome (Redondo, Évora) num total de 410 hectares e 230 de vinha.

VINHOS ALENTEJANOS SEDUZEM OS AMERICANOS

Reconhecendo a importância e o carácter cultural e civilizacional do vinho, o site da CNN Internacional, elaborou uma lista com as 15 melhores rotas do vinho do mundo. Um fenómeno que tem vindo a crescer, tanto na oferta como na procura, desde os mais conhecidos como a rota do Bordeaux às inesperadas rotas brasileiras. Entre todos eles, estão os vinhos alentejanos e Alentejo, com mais de 250 produtores em oito sub-regiões demarcadas, que são Portalegre, Borba, Redondo, Reguengos, Vidigueira, Évora, Granja-Amarela e Moura.

DOMINGOS AMARAL NA FEIRA DO LIVRO DE REDONDO

O escritor Domingos Amaral irá marcar presença na XXIX Feira do Livro de Redondo, na próxima sexta-feira, dia 13 de maio. O encontro está marcado para as 21h, no Pavilhão de Exposições de Redondo, onde decorre o evento desde dia 2 de maio, até sábado, dia 14 de maio. Com várias animações diárias e jogos didáticos.

ARTE & MANHA É MADE IN ALENTEJO

Chama-se Cristina Dias Merkens e nasceu em Évora há 44 anos mas é a partir do Redondo que produz os acessórios da Arte & Manha, uma marca que criou em 2012. Fomos conhecê-la melhor e ao seu projeto. Fique a conhecer também em https://www.facebook.com/Arte-Manha-535175279842284/timeline

REDONDO COM A MESA POSTA

Que a gastronomia alentejana é digna de destaque não é notícia. Ainda assim, há sempre quem não a conheça bem e é isso que a autarquia e os empresários da restauração de Redondo querem mudar.

A iniciativa “Redondo "há" mesa” quer dar a conhecer aos turistas os restaurantes do concelho as iguarias que aí se podem degustar, mantendo presentes a riqueza e as memórias gastronómicas do concelho.

ALENTEJO QUER REDUZIR DESPERDÍCIO DE ÁGUA

A perda de água na distribuição da rede pública portuguesa anda na casa dos 40%. Já a média das perdas nos restantes países europeus anda nos 15%, que é o objectivo para o país até 2020.

REDONDO EM FLOR

Redondo (Évora) tem sido ao longo desta semana, e até dia 9 de agosto, um dos destinos prediletos dos turistas.

As tradicionais “Ruas Floridas” vão já na sua XIV edição e, segundo fonte da autarquia, é uma “viagem surpreendente por mundos tão diferentes quanto a imaginação pode permitir”.

Este ano estão incluídas 41 ruas – existe quase uma competição interna entre cada rua e os seus moradores dedicam-se com afinco à decoração.-

As temáticas variam: personagens do imaginário e histórias infantis, “vintage”, cultura e símbolos de Portugal, o tempo, entre outros.

Páginas