Está aqui

Calor

Calor no Alentejo: INEM alerta para cuidados a ter

Com o aumento das temperaturas e a chegada do calor na região do Alentejo, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) dá a conhecer algumas recomendações sobre como atuar em casos de emergência que possam surgir durante o período de calor.

Alentejo vai ter noites tropicais nos próximos dias

Para amanhã, terça-feira, dia 20 de agosto, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê subida acentuada da temperatura máxima entre os 4 e os 8 graus e mínimas nunca abaixo dos 20 graus, o que resultará em noites tropicais, sobretudo no sul do País, sendo que no interior do Alentejo as temperaturas vão variar entre os 35 e os 39 graus. A temperatura continuará a subir ao longo da semana, esperando-se uma descida em quase todo o território nacional a partir de sábado, a que escapa o Alentejo.

Imagem de capa de Rafael Marchante/Reuters

 

Alentejo com calor no fim-de-semana

O IPMA adianta que as temperaturas máximas no Alentejo neste fim-de-semana vão variar entre os 20º e os 22º. "Prevê-se para os próximos dias um aumento gradual da temperatura máxima. No fim de semana, os valores da temperatura máxima deverão variar entre 20 a 26°C e entre 17 a 20°C nas regiões do interior Norte e Centro", refere o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Quem bate o recorde da Amareleja?

É verão, está calor. No Alentejo, como sempre, ainda mais e estranheza só o facto de chegar tarde.

O calor surgiu com agosto e em força, nos primeiros dias foram já batidos recordes de temperaturas em diversas localidades como Odemira (41,9ºC), Alvalade do Sado (43,8ºC) e Zambujeira do Mar (41,1ºC), mas também em Castelo Branco, Anadia, Nelas, Coruche, Setúbal.

Combate às ondas de calor: abrigos e jardins financiados pelo governo

São já dezenas de concelhos que pretendem avançar com projetos que sejam uma resposta às alterações climáticas em Portugal e ao impacto sobre a população.

Ao concelho alentejano de Gavião, juntam-se Arganil, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Tábua, Góis, Braga, Barreiro, Castelo Branco, São João da Pesqueira, Cascais, Amarante, Montalegre, Viana do Castelo e Viseu.

Calor extremo no Alentejo

Começou ontem uma vaga de calor que atingiu todo o país e que já atingiu os 40º em Santarém. Em Elvas, foram mesmo registados no domingo 37,6 graus.

No Alentejo, em Évora são esperados 38 graus e Beja e Portalegre 36 graus.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera avisa mesmo para o risco muito elevado na exposição aos raios ultravioleta e para o risco máximo de incêndio em alguns concelhos de vários distritos, entre eles Portalegre, Évora e Beja.

 

Imagem de williamedwards.org.uk

 

RAIOS UV: PORTALEGRE E ÉVORA EM RISCO EXTREMO

Os dois distritos de Portalegre e Évora estarão hoje – sábado, 24 – de acordo com os dados do IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera, expostos a um risco extremo no que concerne à radiação ultravioleta (IPMA).

Recomenda-se à população destes distritos que evitem ao máximo a exposição solar e que, em caso de o terem que fazer, que se protegem devidamente e aumentem o consumo de água, bem como o uso de o uso de óculos de sol com filtro UV e chapéus.

Os restantes distritos de Portugal continental, estão com risco muito elevado, um nível abaixo de Portalegre e Évora.

BEJA, ÉVORA E PORTALEGRE SOB SOL TÓRRIDO

O alerta do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) estende-se a mais distritos do país mas tem especial incidência no Alentejo onde, desde ontem, as temperaturas máximas estão a tocar os 40.º.

CUIDADO: VAI ESCALDAR!

 As temperaturas vão voltar a subir e com elas os raios ultravioletas. Durante um período de três a quatro dias vai ser o sufoco completo! Só para começar, hoje, Beja e Évora devem mesmo chegar aos 38ºC – com probabilidades que algumas localidades passem mesmo os 40ºC - e Portalegre ficará pelos 34ºC.

Há, por isso, que tomar cuidados de prevenção e proteção, em especial com as crianças, os idosos, as pessoas portadoras de patologias crónicas e pessoas cujos trabalhos exijam exposição solar.

AVISO AMARELO PARA ÉVORA E BEJA

Os distritos de Évora e Beja estão sob aviso amarelo – terceiro mais grave de uma escala de quatro - devido ao calor, segundo o IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera.
 

Páginas