Está aqui

Macbeth

MACBETH

Escrita há mais de 400 anos, “Macbeth” continua, entre outras peças e textos de William Shakespeare, a ser escrutinada e reinterpretada, quer no teatro como, neste caso, no cinema, com o filme homónimo “Macbeth” (2015 real. Justin Kurzel). Num ambiente sublime, sob a névoa do espírito humano, paira a incerteza gerada pelas nossas pulsões, desejos e forças. No campo de batalha nada faz tremer ou hesitar o punho e lâminas do general Macbeth (Michael Fassbender), ao defender o seu Rei e primo Duncan (David Thewlis), contra as tropas de Macdonwald apoiadas pela Noruega e Irlanda. No final, sobre o manto de sangue que jorra sobre o campo, Macbeth e o seu amigo Banquo (Paddy Considine) são surpreendidos por três bruxas, ou oráculos, que já antes tinham aparecido, que lançam sobre eles duas profecias: um seria rei, o ouro pai de muitos reis.