Está aqui

Almada Negreiros

ÉVORA: QUANDO O TEATRO VAI ATÉ AO POVO

O teatro itinerante tem o seu primeiro registo no século VI, antes de Cristo, e aconteceu na Grécia. É uma experiência milenar que se perpetuou até aos nossos dias, embora já não seja muito usual. O que é certo é que continua a atrair pequenas comunidades mais isoladas partilhando com elas textos dramáticos e fábulas, que propõem metáforas compreensíveis e atuais seja qual época for, como todo o teatro, bem entendido.

ALMADA NEGREIROS ANDA PELAS FREGUESIAS DE ÉVORA

A peça de teatro “Antes de começar”, escrita por Almada Negreiros, com encenação de Rui Nuno, e interpretação de Maria Marrafa e Jorge Baião, vai andar pelas freguesias rurais do concelho de Évora. Começando na Azaruja, hoje, dia 27 de maio, às 14h30 no Espaço GURA. Uma história com coração, que mostra como é bom sonhar.