Está aqui

Artigos publicados

A pedra antiga que conta uma história da fundação da cidade de Évora

Brasão das Armas da cidade de Évora ou pedra antiga que conta uma história da fundação da cidade de Évora.

As visitas ao Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo são sempre um prazer e uma oportunidade para conhecer mais, pensar outra vez, e às vezes pensar diferente sobre os mesmos assuntos aceitando que todos os dias do quotidiano são novos e o nosso olhar sobre os dias e o mundo também. A cada visita ao Museu há temas novos para lembrar, para ver bem pela primeira vez ou segunda ou até espreitar outra vez aquela peça, quadro ou lugar de que tanto se gosta.   

LÁPIDE EVOCATIVA DA FUNDAÇÃO DA CIDADE DE ÉVORA E A CIDADE DE ÉVORA

O que não conhecemos, o que não entendemos é desprovido de sentido e de significação. A lápide de mármore epigrafada, escolhida para este texto, é muito e nada ao mesmo tempo. É muito, porque é um testemunho importante da história cultural, social e organizacional da cidade de Évora na Idade Média e é nada porque é ciclicamente esquecida e ignorado o seu significado. Também a forma como está apresentada no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo a traz em parte oculta, desprovida de entendimento, mal comunicada, aligeirada e conduzida ao apagamento da memória. 

ESCULTURA DE SÁTIRO

No Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo repousa um Sátiro do tempo dos romanos. Os Sátiros são figuras da mitologia grega e romana e com isto já se percebe que vou falar de Évora romana. O Sátiro de que falo é uma elegante escultura em mármore branco, de um Sátiro em repouso, uma figura masculina, deitado sobre uma pele de pantera com a cabeça, cabelo encaracolado e orelhas pontiagudas, apoiada no braço direito e a perna direita cruzada sobre a esquerda, nu mostrando o sexo. Data do século I–II d.C. com 1,59 m de comprimento e 62 cm de espessura.

MACHADO DE TALÃO

Os Museus guardam coisas belas ou importantes, de uma forma redutora e aos olhos de uma criança isto é um Museu. E assim este objeto, não sendo muito belo deve ser muito importante. Trata-se de um machado de talão, porque lhe cresce uma parte traseira bastante pronunciada, e é feito em bronze. O bronze é uma liga metálica de cobre e estanho bem mais dura que o cobre anteriormente utlizado para os primeiros objetos metálicos do período Calcolítico e de toda a humanidade.

A PLACA DOS OLHOS DE SOL

Para os mais distraídos, que possam não ter notado, o Museu de Évora mudou de nome aos 101 anos de idade. No dia 3 de Março de 2017 passou a denominar-se Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo. O curioso é que a notícia que dá a boa nova, divulgada nos media, repetia em contraposição “temia-se que o Museu passasse a ser gerido pelo Município” ao abrigo da proposta de lei da transferência de competências para as autarquias.