Está aqui

Vinho

Vinhos alentejanos: depois do tinto, descobriram os brancos e os rosés

Se os tintos alentejanos já são reconhecidos por todo o mundo, agora é a vez dos brancos e dos rosés.

Na totalidade, os vinhos alentejanos aumentaram as vendas. O tinto é o mais produzido e o mais vendido, no entanto, há uma quebra no volume de vendas dos tintos e uma subida dos brancos e dos rosés que, em 2019, atingiram mesmo os melhores dos últimos cinco anos, de acordo com os dados da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).

Adega alentejana da Ervideira com faturação superior a 2,5 milhões de euros

A empresa produtora de vinhos alentejana Ervideira superou as expectativas de faturação em 2019 e fechou o ano a faturar mais de 2,5 milhões de euros.

Estes números equivalem a um aumento de 12% face ao período homólogo. Em 2019, a Ervideira produziu 600.000 garrafas de vinho na região do Alentejo; apenas 25% dessa produção foi exportada para 18 países.

Natal, vinho especial… porque é que não compra uma garrafa de litro?

Hoje é véspera de Natal, uma ocasião especial, um jantar especial pede um vinho especial e os apreciadores já terão feito as suas escolhas. Depois de escolhido o néctar, surge a dúvida da quantidade, quantas garrafas?

Dirão os apreciadores que vinho é vinho e a qualidade está acima de tudo, que não importa em que quantidade ou o formato da garrafa, mas nunca se perguntou porque é que as garrafas de vinho não são de litro?

Ao longo dos tempos, as garrafas de vinho já conheceram inúmeros formatos, inúmeras capacidades, e variam até consoante o tipo de vinho, ou o país.

Esporão foi para o norte para fazer “um dos melhores brancos do mundo”

A alentejana Herdade do Esporão, com sede em Reguengos de Monsaraz, está cada vez mais presente por todo o país.

Começou pela região do Douro, onde detém a Quinta dos Murças, e chega agora à região dos vinhos verdes para fazer “um dos melhores brancos do mundo”, como refere o enólogo do Esporão José Luís Moreira da Silva, ao Público, num artigo da jornalista Alexandra Prado Coelho.

A empresa de José Roquete adquiriu o Ameal, uma propriedade histórica situada no vale do rio Lima, em plena região demarcada dos Vinhos Verdes.

Santini tem 3 novos gelados inspirados no Alentejo

A famosa gelataria Santini tem uma edição limitada que tem base e inspiração nos vinhos alentejanos.

Estes dois sabores foram desenvolvidos numa parceira com a Casa Relvas e que são inspirados nas vindimas e feitos com uvas da Herdade de São Miguel, em Redondo.

Ervideira tem novos vinhos exclusivos para membros do seu Clube

Já conta mais de 100 anos a história da Ervideira no mundo dos Vinhos e atualmente possui um total de 160 hectares de vinha, distribuídos pelas sub-regiões da Vidigueira (120 ha) e Reguengos (40 ha).

Com base no Alentejo, na Vendinha, Évora e a escassos minutos de Reguengos de Monsaraz, foi lá que, na celebração do primeiro aniversário do seu Wine Lounge, apresentou a sua nova coleção de vinhos e que inclui dois exclusivos da coleção “Escolha do Enólogo”, uma edição muito especial e muito limitada, e exclusiva para membros do Clube da Ervideira.

Alentejo: produção de vinho pode subir 10%

Começam cada vez mais cedo as vindimas no Alentejo. Tendo que adaptar-se às condições climatéricas, já há vindimas a decorrer no Alentejo e as perspetivas para a produção deste ano são animadores, prevendo-se uma subida de até mais 10% na produção.

Este presumível aumento de entre 5% a 10% pode representar mais 120 milhões de litros, segundo a estimativa da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), e que colocará o Alentejo com uma produção média – nos últimos 5 anos – acima de 110 milhões de litros.

Reguengos de Monsaraz acolhe Conferência Mundial de Enoturismo

Em 2020, Reguengos de Monsaraz, irá acolher a quinta edição da Conferência Mundial de Enoturismo. Nesta edição, que decorre no Alentejo, está já prevista a apresentação da primeira Carta Mundial de Enoturismo.

Este anúncio foi feito em Torres Vedras, onde decorreu o 10.º Congresso Internacional de Enoturismo e o terceiro da Europa.

Os chineses estão encantados com o Alentejo

Os chineses estão encantados com o Alentejo e com as maravilhas alentejanas.

Como o TA referiu, há um interesse enorme no Porto de Sines e na importação e abate de suínos no concelho de Reguengos de Monsaraz, mas o gigante oriental desperta agora também para a agricultura alentejana e para o vinho.

Amanhã, o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, o alentejano Luís Capoulas Santos, receberá o ministro da Administração Geral das Alfândegas da República Popular da China, Ni Yuefeng.

Hoje está um belo dia para se passar em “São Miguel”

Hoje está mesmo um belo dia para ir até à Herdade de São Miguel. O tempo lá passa mais passa devagar, típico de quando se está em boa companhia e rodeado de saberes e sabores tradicionais do Alentejo.

Hoje, as portas da Herdade de São Miguel da Casa Relvas, em Redondo, estão abertas para receber mais “Um dia em São Miguel”, um dia muito aguardado por apreciadores de vinho e amantes do campo, e do Alentejo e que promete ser diferente e muito animado.

Páginas