Está aqui

Vinho

Ervideira recupera faturação e reforça investimento nos vinhos

Depois do choque que a grande generalidade das economias e empresas nacionais sofreram em 2020, fruto da pandemia e dos seus efeitos, 2021 tem representado para a adega da Ervideira um ano de recuperação.

O ano passado significou para a produtora alentejana uma redução de 32% na faturação, conseguindo ainda assim ter apresentado um saldo positivo superior a 100.000€. Os resultados do primeiro semestre  mostrar um crescimento de 11% -alicerçado num crescimento do mercado - na faturação total face a 2020, ainda assim, 26% abaixo de 2019.

Compre uma garrafa de vinho alentejano e prove cinco - Rota dos Vinhos do Alentejo reabriu

Já reabriu o espaço das Rota de Vinhos do Alentejo - em Évora, na rua 5 de Outubro, entre a Praça do Giraldo e a Sé - e que, além de renovado, reabre com oferta exclusiva durante o mês de maio: na compra de uma garrafa de vinho alentejano vai poder usufruir de uma prova de cinco “pomadas”alentejanas.

Vinho: CARMIM celebra 50 anos e vence prémios em concurso internacional

A Carmim - Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, foi criada em 1971, por 60 viticultores, e que estariam longe de imaginar que hoje, 50 anos passados, esta seria uma das mais importantes cooperativas agrícolas do Alentejo, com perto de 900 associados e um volume de negócios que ronda os 20 milhões de euros.  

É para comemorar a efeméride que a CARMIM preparou um lançamento especial de dois vinhos Grande Reserva DOC Alentejo, branco e tinto, que surgem pela mão dos enólogos Rui Veladas e Tiago Garcia.

Novas vinhas no Alentejo limitadas a 250 hectares

Todos os anos é publicado o despacho que fixa os princípios e competências relativos ao regime das autorizações para plantações de vinha.

O deste ano já foi publicado e permite a plantação de 1.924 hectares, dos quais, para a Região Vitivinícola do Alentejo, estão reservados 250 hectares para a produção de vinhos com DOP ou IGP.

As candidaturas deverão ser submetidas na página eletrónica do Instituto da Vinha e do Vinho, de 1 de abril a 15 de maio. A decisão será comunicada  até 1 de agosto.

 

 

Vinho: produtor alentejano escolhido como o melhor do ano

A revista especializada em vinhos e gastronomia “Revista de Vinhos” já escolheu “Os Melhores do Ano 2020” e anunciou os vencedores das 24 categorias a concurso, entre vinho e gastronomia. Há representantes alentejanos entre os premiados.

A Fita Preta Vinhos, conduzida por António Maçanita e Sandra Sárria, no concelho de Évora, foi distinguida como o “Produtor do Ano”, uma distinção que se vem juntar a muitas outras já conseguidas pela adega alentejana.

Pergunta para depois da festa: pode confiar-se no vinho?

A Sociedade Europeia de Cardiologia, num congresso em Barcelona, há uns anos, apresentou um sem-número de pesquisas sobre doenças cardíacas, mas houve uma que surpreendeu, que revelou que o consumo regular de vinho traz benefícios aparentes para a saúde.

Mais um prémio para o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo

O Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA) da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) foi novamente distinguido.

Desta vez foi na 11.ª edição dos prémios “The Drinks Business Green Awards”, no âmbito das boas práticas ambientais e de sustentabilidade.

No evento que decorreu na passada semana, o PSVA foi distinguido na categoria “The Amorim Sustainability Award” para uma associação, tendo concorrido com o projeto “International Wineries for Climate Change” e também com os “Wines of Great Britain”.

Adega Mayor põe “Amálias à mesa”

É uma homenagem da marca do Grupo Nabeiro à fadista Amália Rodrigues e que assinala o centenário do nascimento de uma das grandes referências da cultura portuguesa do século XX.

Esta iniciativa da Adega Mayor, surge de uma parceria com a Fundação Amália Rodrigues, resume-se a uma edição limitada de três vinhos alentejanos, assinados por três artistas nacionais: a Amália Humanista, numa interpretação de Tiago Albuquerque; a Amália Visionária, de João Fazenda e a Amália Livre, da autoria de Sara Feio.

Vidigueira o acaso levou à descoberta de adega do séc. XVIII

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito procurava recuperar e modernizar o espaço da sua loja de vinhos quando acabou por descobrir uma antiga adega datada do século XVIII.

A descoberta desta adega antiga, dentro da adega, obrigou à alteração do projeto inicial e a mesma será agora recuperada.

As antigas estruturas, com várias fases de construção e adaptação, surgiram da adaptação de edifício nobre antigo da vila de Vidigueira.

Vila de Frades convida para vinho da Talha e petiscos

Há um programa completo que o convida a provar vinho da Talha e petiscos.

A iniciativa pertence à Câmara Municipal de Vidigueira e que dinamiza o programa de visita e prova de vinhos de talha “Entre Talhas e Petiscos”.

O objetivo é simples: reunir à volta da mesa, em convívio, grupos de amigos e familiares, para provar o vinho, degustar petiscos locais e vivenciar experiências únicas, sempre em cumprimento das regras Covid.

Páginas