Está aqui

Viana do Alentejo

Sabia que a primeira reunião dos capitães de abril decorreu no Alentejo?

A primeira reunião dos capitães de abril decorreu a 9 de setembro de 1973 no Monte do Sobral em Alcáçovas / concelho de Viana do Alentejo

No dia 9 de setembro de 1973, há precisamente 48 anos, decorreu a primeira reunião que juntou os capitães de abril.

Segundo relatos dos seus principais intervenientes, o ponto de encontro ocorreu nos jardins do Templo de Diana, em Évora, mas porque o local era demasiado visível, deslocaram-se para o Monte Sobral, uma quinta de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo.

Há festa no Paço e o chocalhofone não faltará

A 10 de setembro, “Há Festa no Paço! Música Portuguesa e Norte-Americana dos séculos XX-XXI”, no Paço dos Henriques, em Alcáçovas, pelas 19h.

O concerto surge pela Banda da Sociedade União Alcaçovense e, é composto por peças internacionais, não faltando o célebre chocalhofone, um instrumento constituído por uma sequência específica de chocalhos do modelo “picadeira”, desconhecido por muitos, e que resulta das investigações musicais de Christopher Bochmann, compositor e professor da Universidade de Évora

Viana do Alentejo vai plantar 3000 árvores

Na próxima sexta, dia 27 de agosto, em Viana do Alentejo, decorrerá a apresentação pública do Projeto Além Risco do concelho.

A partir das 18h30, no Jardim do Rossio, serão oferecidas árvores a todos os participantes e será apresentado o projeto que prevê que, no concelho, sejam plantadas 3000 novas árvores até 2023.

Este projeto visa combater as mudanças climáticas com a plantação de 50 mil árvores.

Viana do Alentejo “Entre Cores e Linhas”

Até dia 10 de outubro, Viana do Alentejo está “Entre Cores e Linhas”.

Esta é uma exposição de Micéu Nunes, patente no castelo da vila alentejana, apresenta um conjunto de telas onde se destacam as cores ímpares de África que determinam a intensidade cromática das suas obras que para além da visão, exploram outros sentidos.

A artista é natural de Moçambique e licenciada em Ciências da Educação e Design de Interiores e Equipamento Geral do I.A.D.E, foi professora de Educação Visual e leciona agora na Universidade Sénior do Torrão, no concelho de Alcácer do Sal.

Nova exposição permanente em Viana do Alentejo

Há uma nova exposição permanente em Viana do Alentejo.

A coleção de José Manuel Água Morna foi adquirida pelo Município de Viana em 2018, e tem agora nova casa: o edifício da antiga Biblioteca de Viana, na Praça da República, onde está também instalado o Núcleo Museológico.

O espólio do artista alentejano - José Manuel Água Morna é natural de Montemor-o-Novo e reside me Viana do Alentejo - tem um elevado valor artístico é a autarquia considera-a “uma mais valia para o património cultural local e regional”.

Mural D’Aires recuperado em Viana do Alentejo

O Mural D’Aires, à entrada de Viana do Alentejo, e que é uma alusão ao reconhecido santuário da vila alentejana, está a ser recuperado pela autarquia.

O Município de Viana do Alentejo está a proceder a trabalhos de manutenção deste mural que é um  “cartão-de-visita”  e tão bem reflete as tradições locais como a fé, a devoção, a peregrinação até ao Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires a pé ou a cavalo, a história, o património e a cultura, foi criado em 2018 pelo fotógrafo André Boto, o primeiro português eleito fotógrafo europeu do ano, em 2010, pela Federação Europeia de Fotografia.

Viana do Alentejo com nova sinalética que se adapta a cada turista

A autarquia de Viana do Alentejo está a reforçar a sinalética rodoviária do Concelho e está a implementado um Projeto da Sinalética Turística Inteligente  e que visa a promover uma imagem turística comum aos vários municípios que integram a ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva, da qual Viana do Alentejo é membro.

Esta nova imagem turística pretende transmitir uma coesão e homogeneidade territorial na promoção do turismo e na forma de receber os turistas e visitantes, adaptando-se conforme as necessidades de quem nos visita.

Viana do Alentejo cruza olaria tradicional com o design contemporâneo

Até dia 9 de julho está a decorrer em Viana do Alentejo, na Oficina do Mestre Feliciano Branco Agostinho, uma residência artística de criação de produção de peças cerâmicas.

O projeto, que proporciona o encontro entre duas realidades e práticas artísticas, as da olaria tradicional e a do design gráfico e ilustração contemporâneos, conta com a participação de 4 ilustradores nacionais – Bruno Reis Santos/Mantraste, José Torres, Mariana Margarida Malhão e Mariana, a Miserável – e a família de artistas ceramistas Feliciano Agostinho.

Alentejo: Meo Sudoeste e mais eventos cancelados

O Meo Sudoeste, um dos maiores festivais de verão nacionais e que decorre no Alentejo, na Zambujeira do Mar, no concelho de Odemira, cancelou a sua edição 2021.

Já no ano passado o festival tinha sido cancelado e a nova data apontada é agora de 2 a 6 de agosto de 2022, mantendo-se válidos os bilhetes adquiridos para a edição de 2020.

A organização aponta a falta de condições de saúde e segurança para a não a realização do evento, dado o crescente número de infetados pela Covid-19 e pouco tempo até à data de realização do evento.

Viana do Alentejo abre Núcleo Museológico

O Município de Viana do Alentejo já tem aberto ao público um Núcleo Museológico.

Situado no piso térreo dos antigos Paços do Concelho, na Praça da República, em Viana do Alentejo, esta estrutura museológica, divide-se por três pequenas salas que outrora albergaram a prisão concelhia e existe a intenção de que, este espaço, no futuro possa vir-se a converter, após requalificação do edifício, no Museu da Vila.

Páginas