Está aqui

Sociedade Harmonia Eborense

Capote Fest promete “lufada de música nova” na cidade de Évora

A 8.ª edição do Capote Fest, que começa hoje, quinta-feira (09) e decorre até ao próximo sábado (11), em Évora, conta com 11 bandas portuguesas que prometem levar à cidade uma “lufada de música nova”, noticia a agência Lusa.

Este festival, organizado pela Capote Música e apoiado pelo município e pela Direção-Geral das Artes, realiza-se nas sedes da Sociedade Harmonia Eborense (SHE) e da Sociedade Operária de Instrução e Recreio (SOIR) Joaquim António d’Aguiar.

O arranque do evento acontece hoje, na SHE, com a banda Marquise, do Porto.

Évora organiza Festival de música portuguesa de 11 a 13 deste mês

As bandas The Black Wizards e Houdini Blues e o músico e cantautor Daniel Catarino são alguns dos artistas que vão atuar no Capote Fest, que se realiza, de 11 a 13 deste mês, em Évora.

Organizado pela Capote Música com o apoio do município e da Direção-Geral das Artes, este festival de música portuguesa vai decorrer nas sedes da Sociedade Harmonia Eborense e da SOIR Joaquim António d'Aguiar.

Sociedade Harmonia Eborense pede donativos em campanha de crowdfunding

A Sociedade Harmonia Eborense vai fazer 172 anos no próximo dia 23 de abril e corre o risco de fechar portas definitivamente, tendo lançado uma campanha de crowdfunding que permita estabilizar o funcionamento do estabelecimento.

De acordo com o Observador, em menos de uma semana, a campanha já reuniu cerca de 8.500 euros. A Sociedade suspendeu atividade em março do ano passado, tendo voltado a abrir em julho, mantendo alguma programação cultural, de exposições a exibições de filmes, com restrições de lotação (40 pessoas).

Manifestação em Évora defende sobrevivência das salas de programação musical

A recém-criada associação Circuito, que representa 27 salas de programação de música de todo o país, vai promover, no próximo dia 17 de outubro, uma manifestação em Évora pela sobrevivência destes espaços, avança a Lusa.

Além de Évora, vão haver também, no mesmo dia, manifestações em Lisboa, no Porto e em Viseu. De acordo com a associação, neste dia, “artistas e audiência esperam na fila para entrar nas salas fechadas, chamando a atenção para a importância destes espaços no tecido cultural e pedindo medidas de apoio para garantir a sua sobrevivência”.

3 euros por duas cervejas e 3 bandas revelação no SHE em Évora

O circuito que dá palco à música portuguesa emergente passa em Évora no dia 26 de outubro, na Sociedade Harmonia Eborense e tem como alinhamento Lonzdale’s Fantasy, Solar Corona e First Breath After Coma.

Lonzdale’s Fantasy são os primeiros artistas a atuar neste circuito. O duo que não deixa ninguém indiferente é natural do Porto e constituído por Nils Meisel e Kenneth Stitt. A sua música tem influências de punk, hip hop e box, e ao vivo a performance é verdadeiramente memorável.