Está aqui

Sines

CRISE NO HOSPITAL DO LITORAL ALENTEJANO AGUDIZA-SE

Risco de funcionamento do serviço de paliativos e encerramento do serviço de convalescença do Hospital do Litoral Alentejano levaram esta semana primeiro o Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, e agora a totalidade dos autarcas do Litoral Alentejano, a pedir "com caráter de urgência", uma reunião com o Ministério da Saúde.

CABO SUBMARINO VAI LIGAR BRASIL A SINES EM 2019

Como Porta Atlântica da Europa, Sines, na Costa Alentejana, vai receber um cabo de comunicações que a ligará à América do Sul, num projecto de mais de 170 milhões de euros. O cabo submarino de comunicações, com cerca de 10 mil quilómetros vai chegar a Sines em 2019, como está a avançar o Jornal Económico, na sua edição de hoje.

A operação vai ser feita por uma pela empresa de capitais mistos (Brasil e Espanha), a Ellalink, que assinou hoje o contrato de investimento. O cabo submarino entre a América Latina e a União Europeia, vai partir de Fortaleza no Brasil e terminar em Sines.

PROSPECÇÃO DE PETRÓLEO NO MAR DO ALENTEJO DESMENTIDA

A Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis (ENMC) desmentiu que tenham ocorrido "trabalhos de sondagem com vista à prospecção de petróleo" no mar ao largo de Aljezur, como foi divulgado pelos ambientalistas da Climáximo e do Alentejo Litoral pelo Ambiente (ALA), que exigiram esta semana em comunicado uma explicação do Governo sobre “sondagens” que estariam a decorrer na Costa Alentejana após terem dado com um registo de um navio estrangeiro, o italiano Vos Purpose, entre Sines e Aljezur.

PORTO DE SINES COM ROTA COMERCIAL DIRETA AOS PORTOS CHINESES

Resultado de um acordo político e comercial fechado entre os governos português e chinês, o Porto de Sines e os portos chineses vão ter processos aduaneiros agilizados, com medidas fiscais vantajosas, que vão facilitar e promover as trocas comerciais internacionais das empresas portuguesas.
 

FESTIVAL DE SINES VENCE PRÉMIO EUROPEU

O Festival Músicas do Mundo de Sines venceu ontem à noite o prémio da Plataforma Europeia de Festivais (EFFE), o maior reconhecimento internacional até hoje alcançado,nas suas 19 edições.

POVOS DE MAR, POVOS DE RUA, EM SINES

Reúne 15 projetos culturais de Portugal, Espanha, França e Inglaterra e pretende levar às ruas de Sines, entre 21 e 23 de setembro, a dança, o teatro, o circo, a performance, a música, a escultura, marionetas e atividades para crianças e famílias.

S. TORPES, A PRAIA COM A ÁGUA MAIS QUENTE DO PAÍS

As praias portuguesas não são sinónimo de água quente. Mesmo as do Algarve, com temperaturas mais tépidas, não se podem chamar de praias de água quente. A única excepção no país é a praia de S. Torpes, em Sines, cuja temperatura da água costuma geralmente andar próxima dos 30 graus, ora com ondas, ora calma como uma lagoa. Está a ler bem, 30 graus, como numa banheira em casa, o que atrai um número crescente de veraneantes.

ILHA DO PESSEGUEIRO COM CADA VEZ MAIS RESTRIÇÕES

O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas tem aumentado as restrições em torno da Ilha do Pessegueiro, no Lugar de Porto Covo, inserida no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, na Costa Alentejana. Desde 2013 que não se pode nadar junto à ilha, a pesca lúdica está interdita e a coima mínima para os prevaricadores é de 500 euros.

SURFISTAS CONTESTAM AMPLIAÇÃO DO MOLHE LESTE DO PORTO DE SINES

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, autorizou na última quarta-feira a Administração dos Portos de Sines e do Algarve a lançar o processo de concurso da empreitada de execução da terceira fase de ampliação do molhe Leste do Porto de Sines, num investimento de 88 milhões de euros.

Esta intervenção visa melhorar as condições de acesso e manobras a navios de maiores dimensões, bem como aumentar a capacidade de abrigo à agitação marítima.

SINES COM AMPLIAÇÕES DE MOLHE PARA NAVIOS DE MAIORES DIMENSÕES

O Porto de Sines lançou no final da semana um concurso de empreitada de 88 milhões, para a execução da 3.ª fase de ampliação do molhe Leste. Esta intervenção visa melhorar as condições de acesso e manobras a navios de maiores dimensões, bem como aumentar a capacidade de abrigo à agitação marítima.

O molhe leste vai sofrer nova intervenção, numa ampliação de cerca de 750 metros de extensão.

Imagem de capa de portugalfotografiaaerea.blogspot.pt

 

Páginas