Está aqui

Sines 4.0

Conectividade entre Europa, América do Sul e África reforçada em Sines

A Start Campus, empresa responsável pelo desenvolvimento do megacentro de dados Sines 4.0, assinou um acordo com a EllaLink, empresa que recentemente inaugurou a primeira ligação direta de alta velocidade por cabo submarino entre Europa e a América do Sul.

Em comunicado enviado a este jornal, a Start Campus explica que esta ligação “reforça a junção de duas componentes essenciais e que constituem a espinha dorsal da Internet”: “os Megacentros de Dados e os Cabos Submarinos, que garantem 99% da conetividade digital intercontinental”.

Edifício Nest será o primeiro do megacentro de dados a instalar em Sines

Sines vai acolher o ambicioso projeto da start campus, um megacentro de dados que conta com um investimento total de 3,5 mil milhões de euros e que pretende criar 1 200 pontos de trabalho diretos altamente qualificados e até 8 000 empregos de forma indireta até 2025, ano em que se espera a sua inauguração.

Primeiro-ministro acredita que Sines pode dominar na Europa

O Primeiro-ministro António Costa está cheio de esperança no hidrogénio verde de Sines e acredita mesmo que Sines pode dominar na Europa.

Confiante, António Costa referiu que esta aposta nas energias verdes tem tudo para ser um sucesso  - e pouco tempo após fecho da central termoelétrica da EDP e que produzia energia através da queima de toneladas diárias de carvão -  o foco está na produção de energia através de hidrogénio verde, pois “O sol continuará a brilhar, o vento a soprar.”