Está aqui

Segurança

PSP com Estremoz debaixo de olho

O Governo, através do secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, já autorizou a instalação de câmaras para videovigilância em Estremoz, isto após o parecer da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD).

A cidade alentejana vai assim, pelo menos por um prazo de dois anos, ter instalado e a funcionar um sistema de videovigilância que tem como objetivo reforçar a proteção de pessoas e bens e prevenir crimes.

Cuidado com os radares! Eles andam aí…

Como é apanágio da Polícia de Segurança Pública (PSP), todos os meses, surge novo alerta aos condutores para a localização, data e hora dos radares em várias cidades de Portugal Continental e nas ilhas.

A campanha “quem o avisa…” tem por objetivo garantir a melhor segurança rodoviária. A PSP relembra ainda que irá efetuar ações de fiscalização rodoviária.

Saiba agora onde vão estar os radares de velocidade, até ao final do mês de novembro, no Alentejo:

 

É preciso uma operação STOP: Reguengos de Monsaraz e Mourão estão a perder efetivos da GNR

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz aprovou por unanimidade uma moção onde crítica o défice de efetivos nos postos da GNR de Reguengos de Monsaraz e de Telheiro.

No referido documento é referido que é notório que o número atual de efetivos não corresponde às expectativas e às necessidades da população em geral e dos visitantes do concelho.

Depois não digam que não avisámos…

Continua a saga dos problemas que o Governo tenta esconder a todo custo! Por isso, é fundamental denunciar estas graves situações, com o objetivo das mesmas serem travadas. Deixo novos exemplos:

1 - Diminuição de efetivos da GNR nas freguesias rurais no concelho de Montemor-o-Novo

Recentemente os Grupos Parlamenteares receberam a Tomada de Posição, denominada “Pela Segurança das Populações”, enviada pela Assembleia de Freguesia de São Cristóvão, do concelho de Montemor-o-Novo.

Alentejo tem mais de 40 freguesias onde a limpeza da floresta é prioritária

Na soma dos três distritos alentejanos, existem 41 freguesias onde a limpeza da floresta é prioritária, segundo o Governo.

Alentejo é a região do país com mais pedreiras em perigo

O Alentejo é a região do país com mais pedreiras em perigo.

Das cerca de 300 pedreiras do Alentejo, 191 têm trabalhos suspensos ou abandonados e 17 estão em situação crítica no que toca aos riscos de derrocada.

Os dados surgem num documento do Governo e que surge após a tragédia de Borba. Estas informações forma dadas a conhecer pela edição do jornal Expressos deste fim de semana e refere mesmo que em muitos dos casos é urgente tomar medidas rápidas de modo a evitar a repetição da tragédia de Borba e evitar o colapso ou o abatimento de estradas.

Não ruíram só as Torres

Já passaram 17 anos desde os atentados às Torres Gémeas em Nova Iorque e o tema continua a ser motivo de debate, de controvérsia, de incerteza e de fantasma de insegurança, com razão umas vezes, por conveniência por outras. Não ruiram só as Torres.

Pedreiras de Borba e Vila Viçosa assaltadas

Aconteceram, esta quarta-feira, diversos assaltos a pedreiras dos concelhos de Borba e Vila Viçosa e que visaram o roubo de cabos de cobre.

Não é a primeira vez que acontecem assaltos nestes concelhos para roubar cobre sendo que, esta leva de assaltos mais recente, deixaram mesmo inoperacional uma das empresas extratoras e com um prejuízo na ordem dos 120 mil euros.

As forças de segurança estão a par da situação, mas não há detidos até ao momento.

 

Imagem de amantesdeviagens.com

 

 

Portalegre: GNR reforça patrulhamento nas férias

“Por uma Casa Segura, numa Comunidade mais Segura, através da Prevenção, do Policiamento e da Reinserção” é o mote que faz com que mais 120 militares da GNR que reforcem o patrulhamento, essencialmente em áreas residenciais, no distrito de Portalegre.

A operação “Residências Seguras” vai decorrer até 15 de setembro, e consiste em reforçar o patrulhamento na ausência dos proprietários que se encontram em ausentes de férias, procurando assim prevenir a criminalidade.

 

Imagem de 24.sapo.pt

 

Litoral alentejano: praias com vigilância antecipada

As praias do litoral alentejano começaram este com vigilância mais cedo que em 2017.

Os meios e dispositivos de salvamento foram acionados mais cedo nas praias – com ou sem concessão - que estão baixo a jurisdição da Capitania do Porto de Sines.

Páginas