Está aqui

Revive

Novo hotel Vila Galé vai "colocar Elvas no mapa turístico em Portugal"

O primeiro projeto do programa governamental Revive, que cede à exploração de privados edifícios históricos, foi o Convento de São Paulo em Elvas, e, segundo o Grupo Vila Galé, o vencedor do concurso, o hotel que está já concluído, num investimento de 5 milhões de euros, vai ser inaugurado a 22 de junho, com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa.

Primeiro Ministro vai inaugurar novo hotel em Elvas

O Primeiro-Ministro vai inaugurar o mais recente hotel do Grupo Vila Galé, em Elvas. António Costa participa a 22 de junho na inauguração do Vila Galé Collection Elvas, resultado do programa governamental Revive, que transformou o antigo Convento de S. Paulo num hotel de luxo. Exemplo da arquitetura setecentista em Elvas, o Convento de São Paulo constitui a quarta e última casa da Ordem de São Paulo começada a construir em 28 de outubro de 1679 e concluída em 31 de dezembro de 1721.

Évora, Marvão e Ourique: mais 15 estrelas para o Alentejo

Novos investimentos em hotelaria podem vir a representar mais 15 estrelas para o Alentejo.

Um deles é o Paço de Valverde, em Évora, e que vir a ser recuperado e ser uma unidade hoteleira de 5 estrelas.

Moura: Concessão do Convento do Carmo em concurso

Já foi lançado o concurso público para a concessão do Convento do Carmo, em Moura.

Ao abrigo do programa Revive – o programa governativo que prevê ceder imóveis públicos a privados para serem recuperados e usados para atividades económicas – foi o primeiro da Ordem dos Carmelitas fundado na Península Ibérica, em 1251.

Grupo Vila Galé venceu concessão da Coudelaria de Alter do Chão

O grupo Vila Galé venceu o concurso Revive, para a concessão da Coudelaria de Alter do Chão, tendo sido preterida a candidatura de Paulo Barradas, fundador da Bluepharma, e empresário na área do turismo e a Torre de Palma, que também foi finalista no concurso.

O segundo maior grupo hoteleiro português conta assim com mais um investimento em hotelaria e depois de Évora e Elvas, chega a Alter do Chão.

10 M/€ para transformar coudelaria de Alter do Chão em hotel de luxo

A Coudelaria de Alter do Chão vai dispor em breve de uma unidade hoteleira de luxo e que significará um investimento de entre 5 a 10 milhões de euros como confirmou o Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Esta nova unidade hoteleira terá entre 50 a 80 quartos e não implica a concessão a privados de toda a Coudelaria de Alter, mas sim de alguns espaços, ao abrigo do Programa Revive, e com o objetivo de valorizar o património único da Coudelaria e continuar a elevar o cavalo Lusitano.

Coudelaria de Alter pronta para ir a concurso de concessão a privados

A Coudelaria de Alter do Chão, no Alto Alentejo, fundada em 1748 por D. João V, desenvolve atualmente trabalhos de seleção e melhoramento de cavalos Lusitanos e integra o Laboratório de Genética Molecular, tudo sob a gestão da Companhia das Lezírias e da Direcção Geral de Alimentação e Veterinária e está pronta para ir a concurso de concessão a privados, ao abrigo do programa Revive, que foi lançado pelo governo em 2016 e que procura reabilitar imóveis públicos, concessionando-os a privados com fins turísticos.

ALENTEJO JÁ CONTA COM 7 EDIFÍCIOS HISTÓRICOS EM RECUPERAÇÃO PELO REVIVE

O programa REVIVE prevê a recuperação de mais 40 monumentos abandonados em 2018, que terão agora novas funções, segundo o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

No Alentejo já foi recuperado o Convento de São Paulo, em Elvas.

Já em concurso – termina no início de fevereiro – está outro marco alentejano: a Quinta do Paço de Valverde, em Évora, e lançado muito breve será também o concurso para a requalificação da Coudelaria de Alter, em Alter do Chão.

ÉVORA: QUINTA DA "MITRA" VAI SER CONCESSIONADA A PRIVADOS

O concurso de concessão a privados da Quinta do Paço de Valverde, em Évora, com fins turísticos, vai ser lançado esta semana, ao abrigo do programa governamental, Revive, que recupera velhos edifícios históricos para fins turísticos.

ALANDROAL QUER JUROMENHA NO REVIVE

A Fortaleza de Juromenha, no concelho de Alandroal - um concelho com três castelos - é uma antiga fortaleza raiana, com um papel fulcral nas guerras contra Espanha e é um Imóvel de Interesse Público. Situada nas margens do Guadiana, as suas primeiras muralhas foram construídas por ordem de Júlio César no período da ocupação romana, em 44 a. C.

Páginas