Está aqui

Rússia

O arrancar de mais uma Guerra

Este fim-de-semana o Mundo acordou com a notícia do ataque coordenado dos EUA, do Reino Unido e de França na Síria, sendo este ataque apresentado como resposta ao ataque com armas químicas que foi ordenado por Bashar Al Asad e vitimou centenas de inocentes.

Muitas vozes já vieram afirmar e com alguma razão, que por detrás deste ataque está uma tentativa de fazer frente à Rússia na questão do Médio Oriente.

Em tempos falei nestas crónicas do perigo que seria ter Donald Trump a coordenar operações militares.

Enquanto andamos distraídos

Enquanto andamos distraídos com polémicas online sobre plágios, uma criança morre na síria. Enquanto nos queixamos da chuva, uma mãe perde um filho. Enquanto lamentamos o trabalho que temos e não nos deixa respirar, uma irmã vê o seu irmão morrer-lhe nos braços.

Enquanto planeamos a próxima viagem, famílias inteiras planeiam uma forma de conseguirem sobreviver aos próximos bombardeamentos.

Não, não é na Europa mas estas famílias também precisam que orem por elas. Também precisam que alguém se junte a elas e diga basta.

O XADREZ DE PUTIN E O FUTURO DA EUROPA...

O xadrez de Putin e o futuro de uma Europa vazia de liderança.

É sabido que a mãe Rússia sempre foi uma excelente produtora de jogadores do mítico jogo de Xadrez, são disso exemplo Anatoly Karpov, Bóris Spassky, Mikhail Botvinnik, e o inevitável Garry Kasparov, que mesmo sendo azeri e não russo, representou igualmente a União Soviética nos campeonatos do mundo de xadrez, e é hoje um dos maiores activistas políticos anti Putin.

INTERFERÊNCIAS NAS ELEIÇÕES AMERICANAS DEVEM SER INVESTIGADAS

Esta foi a semana em que Barack Obama pediu uma investigação às alegadas interferências da Rússia nas eleições americanas, interferências que podem ter beneficiado o candidato vencedor, que apontam para o Kremlin e que Obama quer ver esclarecidas antes de abandonar a Casa Branca no próximo mês.

A (DES)ORDEM INTERNACIONAL

Com as eleições nos EUA quase aí, os holofotes prendem-se em todas as ações de campanha e comentários que Hillary Clinton e Donald Trump tecem. Não desfazendo a importância que estas eleições terão no futuro das relações internacionais, Putin aproveita para reforçar o seu apoio a Bashar-al-Assad, através do aumento do seu poder bélico na reconquista da Síria.

UCRÂNIA

Oleh Symantsiv, era um aluno que pela sua fisionomia destacava dos outros; bastava olhar e facilmente se reconheciam as suas raízes de leste. Qualquer professor novo chamava Oleh, ao que prontamente respondia: “Pronuncia-se “Oleg”, num português tão perfeito como o ucraniano.

Aluno aplicado, atento e extremamente perspicaz, Oleh, natural de Ternopil, na Ucrânia, veio para Portugal aos 9 anos. Recorda-se de ter viajado durante dois dias e duas noites até chegar a Portugal: “Os meus pais, que já trabalhavam em Portugal, finalmente puderam trazer-me para cá.”

O ressurgir da Alemanha

A Chanceler alemã, Angela Merkel, acompanhada de François Hollande, encontraram-se com o presidente russo Vladimir Putin no dia 6 de fevereiro. Depois, no dia 9, encontrou-se com Barack Obama, presidente dos Estado Unidos. O tema principal foi a Ucrânia, mas o primeiro assunto a ser debatido com Obama, na conferência de imprensa pós-reunião, foi a Grécia. A Grécia e a Ucrânia não têm relação do ponto de vista americano. Mas aos olhos da Alemanha sim, porque são ambos indicadores do novo papel da Alemanha no mundo e do desconforto alemão em relação a esses problemas.

5 sítios onde pode começar a 3ª Guerra Mundial

No passado 17 de outubro, James Hardy, em artigo de opinião no National Interest, revelou cinco locais do globo que podem ser determinantes no início de uma suposta e muito falada 3ª guerra Mundial.

Aviões fogem da Ucrânia

Após a queda do avião da Malaysia Airlines, atingido por um míssil, e enquanto Rússia e Ucrânia se acusam mutuamente de culpadas, certo é que ninguém consegue assegurar que o incidente não se repete e as companhias aérea estão a alterar as suas rotas de modo a evitar o espaço aéreo ucraniano. Isto pode levar a um aumento de custos, visto que significará desvios consideráveis.