Está aqui

Proteção Civil

Governo destina 40 milhões de euros para Emergência e Proteção Civil

O Governo vai investir 40 milhões de euros na área da Administração Interna, mais concretamente no sistema de Emergência e Proteção Civil, que tem sido uma das prioridades do ministério, e que se materializa no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Criado o novo Comando Regional de Proteção Civil do Alentejo

Já foi criado por despacho em Diário da República o Comandos Regionais de Emergência e Proteção Civil do Alentejo. Sediado em Évora, será um só comando para toda a área geográfica alentejana e este é um dos cinco comandos nacionais no novo modelo territorial do sistema de proteção civil.

Não há memória de um mês tão quente

Dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) revelam que o passado mês de julho foi mesmo o mais quente desde que existem registo, desde 1931, há 89 anos.

O Boletim Climatológico de julho 2020 revela que, em julho, o valor médio da temperatura máxima do ar foi de 33,34°C - 4,61°C acima do normal - existindo também um agravamento da área em seca meteorológica.

A temperatura média do ar foi de 25,08°C, quase 3ºC acima do valor habitual e para o qual se considera de 1971 a 2000 como valor padrão.

Portalegre em risco máximo de incêndio e Alentejo sob aviso amarelo

O distrito de Portalegre encontra-se em risco máximo de incêndio, enquanto a restante região do Alentejo apresenta risco muito elevado a elevado de incêndio. Já o aviso amarelo devido à persistência do calor mantém-se durante o dia de hoje nos distritos de Portalegre, Évora, Beja.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), este aviso irá vigorar até às 21h de domingo, dia 26 de julho. As temperaturas máximas vão chegar aos 38 graus em Évora, 37 graus em Beja e 35 em Portalegre.

Covid-19: Mora criou centro de apoio com 44 camas

Devido aos efeitos do Covid-19, a Câmara Municipal de Mora criou um centro de apoio, com 44 camas, e que servirá de apoio e alojamento aos bombeiros voluntários locais e à proteção civil.

Das 44 camas deste centro - instalado na casa do povo da localidade - 30 foram cedidas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE); as outras 14 são pelos Bombeiros Voluntários de Mora.

Odemira lança simulacro de defesa das aldeias dos incêndios

As aldeias de Lameiros, na Freguesia de S. Luís, e Vale Ferro, na Freguesia de Relíquias, no concelho de Odemira, vão ativar Simulacros do Programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”, hoje, dia 23 de julho, a partir das 15.00 horas. 

Última hora: estrada abate entre Borba e Vila Viçosa; 5 desaparecidos

Esta tarde, por volta das 15h45, desabou um troço da Estrada Nacional 255 (EN 255) e que liga Borba a Vila Viçosa.

É uma estrada de paralelos que está cercada em grande parte do seu recorrido por pedreiras; este aluimento terá atingido entre 300 a 500 metros de estrada.

Trabalhadores de uma pedreira terão sido soterrados por este abatimento massivo de terras e estimam-se que estejam 4 a 5 pessoas desaparecidas, uma viatura ligeira e uma retroescavadora submersas.

Aeroporto de Beja foi testado para ameaças de bomba

Estavam cerca de oito dezenas de pessoas a bordo do avião quando surge a ameaça de bomba.

O avião inicia procedimentos para aterragem de emergência na Base Aérea 11, em Beja.

Tem assim início o simulacro que testou a capacidade de reação do Aeroporto de Beja a uma ameaça de bomba.

Com o avião já estacionado no topo norte da placa do Terminal Civil de Beja, a bomba acaba por explodir e provoca um incêndio obrigando à mobilização centenas de operacionais e viaturas para assistir os passageiros – figurantes – que estão a bordo do avião.

Simulação de cenário catastrófico atingirá o distrito de Évora em 2019

Com todo o país envolvido e alvo de desastres, serão os distritos de Évora, Aveiro, Lisboa e Setúbal que serão os atingidos pelas situações de maior emergência.

Será um dos maiores exercícios já realizados pela Proteção Civil em Portugal e este exercício internacional de proteção civil mobilizará meios de quatro países, no próximo ano.

Calor regressa em força no fim de semana

Este fim de semana o calor vai regressar em força e vai colocar 14 distritos em aviso amarelo, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Beja e Évora vão liderar o ranking das mais das cidades mais quentes, com 38º, sendo que, no sábado, todos os distritos de Portugal continental vão chegar ou exceder os 30 graus.

Continuam também os alertas da Proteção Civil para o risco máximo de incêndio florestal e que ontem abrangiam sobretudo Minho, Douro Litoral e o Norte do Alentejo, sendo que, no resto do país, o risco de incêndio é elevado a muito elevado.

Páginas