Está aqui

Primeira Grande Guerra

Évora "invadida" por aviões da Primeira Guerra

“Aviação Militar Portuguesa – Grande Guerra de 1914-1918” e “Óscar Monteiro Torres” são as exposições que marcam as comemorações dos 100 anos do armistício.

Inauguradas no dia 1 de junho, as duas exposições patentes no Palácio D. Manuel.

A “Aviação Militar Portuguesa –Grande Guerra de 1914-1918” evoca os 100 anos da constituição dos Serviços de Aviação do Corpo Expedicionário Português, e centra-se sobretudo na criação da componente aérea nacional em ação durante a Grande Guerra.

De Montoito para a Primeira Grande Guerra (1914-1918)

A propósito das comemorações dos 100 anos do Armistício

 

A razão pela qual as futuras linhas são dedicadas a um grupo de soldados residentes no território de Montoito prende-se, por um lado, com a forma como gostaríamos de retirá-los do silêncio, recordando-os e valorizando a sua difícil tarefa, e por outro, relembrar o que para uma boa parte da sociedade civil é o desconhecimento da participação do nosso país de forma activa neste conflito.

A GUERRA ACABOU HÁ 99 ANOS

Hoje, 11 do 11, celebram-se 99 anos do Dia do Armistício, efeméride que assinala formalmente o fim da Primeira Grande Guerra.

Cem anos do assassinato do Arquiduque Francisco Fernando

Faz cem anos que o Arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do Império Austro-Húngaro foi assassinado em Saraevo (atual Bósnia e Herzegovina). Este assassinato deu origem a uma catadupa de acontecimentos que acabaram por arrastar as grandes potências para uma Guerra que conhecemos hoje como a Primeira Grande Guerra Mundial e que iria durar quatro mortíferos anos, até 1918.