Está aqui

Portugal

Barómetro Nielsen: O que estão a consumir os portugueses em altura de isolamento?

À terceira edição do Barómetro semanal da Nielsen sobre o impacto da pandemia Covid-19 no consumo assistimos à declaração do Estado de Emergência e ao encerramento das escolas, o que levou a que as famílias permanecem em casa e a uma consequente desaceleração das vendas. O crescimento nesta semana 12 (16 a 22 de março de 2020) face ao período homólogo é de 7%, um desacelaramento considerável comparativamente à semana anterior (+65%).

Portugal não foi caso único neste desaceleramento, sendo esta uma tendência uma tendência visível noutros países, nomeadamente em Espanha.

É urgente tratar da crise económica

TEMOS QUE COMEÇAR A TRATAR IMEDIATAMENTE DA CRISE ECONÓMICA

Como é evidente, no momento atual, os nossos esforços devem estar fortemente concentrados no combate à epidemia provocada pelo COVID 19. Fazer tudo o que tiver que ser feito para que o SNS – Sistema Nacional de Saúde possa dar a melhor resposta possível, deve ser a grande prioridade. Sobre isso não podem existir quaisquer dúvidas.

Simplificando, o combate à doença deve ser o foco das nossas atenções, procurando evitar que morram o mínimo de pessoas que for possível. Gaste-se o que se gastar!

O que muda nos impostos e nas contribuições sociais exigidas em Portugal?

Em tempos de Covid19, o Governo avançou com um conjunto de medidas para dar liquidez às empresas, adiando para mais tarde o pagamento de um conjunto de impostos e parte das contribuições sociais, como avança hoje o Jornal Económico.

Para já, as famílias têm o reembolso de IRS assegurado e vêm execuções fiscais e coimas suspensas. Fisco fortaleceu também o atendimento à distância.

O que mais preocupa os portugueses são a falência económica e a mortalidade

Falência económica nacional (62% dos inquiridos), mortalidade elevada (58%), falência do Sistema Nacional de Saúde (46%) e desemprego (46%) são os principais receios dos portugueses em tempo de Covid 19. Esta é uma das conclusões de um estudo realizado pela multidados.com - the research agency - em parceria com a Guess What, que quis ainda saber os pensamentos atuais dos portugueses

País desafiado a colocar bandeira nacional à janela

A Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Santos e Canal 11 associam-se à iniciativa do Grupo Renascença Multimédia na campanha “Uma Bandeira Por Todos”, que arranca em força esta 2ª feira e que pretende criar uma onda solidária e de apoio por todo o país.A  iniciativa do Grupo Renascença juntou a RENASCENÇA, RFM e MEGA HITS e tem agora a parceria do Canal 11, plataforma de conteúdos da Federação Portuguesa de Futebol.

Governo apoia economia e famílias com pacote de 9200M/€

O Governo, através dos ministros das Finanças, Mário Centeno, e Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital Centeno, Pedro Siza Vieira, apresentaram um pacote de novas medidas de apoio à Economia via streaming.

A grande preocupação é fazer resistir a Economia à crise provocada pelos efeitos da pandemia da Covid-19 e evitar que exista uma rutura nas vendas das empresas. Há ainda uma especial atenção para as empresas exportadoras e da área do turismo, hotelaria e restauração, os alicerces da recente recuperação económica.

Covid-19: população alertada por SMS

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em colaboração com a Direção Geral da Saúde (DGS), enviaram hoje mensagens sms para o telemóvel de milhões de portugueses sobre o Covid-19.

A intenção é a de informar os cidadãos acerca da situação de risco relacionada com a pandemia da COVID-19 e resulta da Situação de Alerta declarada pelo Ministro da Administração Interna e pela Ministra da Saúde na semana passada.

 

Corticeira Amorim com lucros de 75 milhões de euros

A Corticeira Amorim obteve lucros de 75 milhões de euros em 2019, ainda assim, uma quebra de 3,2%. A corticeira portuguesa realizou, no ano passado, 781,1 milhões de euros em vendas. Estes valores representam um crescimento de 2,4% face a 2018,

Em função destes lucros, o conselho de administração da empresa decidiu propor à assembleia geral de acionistas a distribuição de um dividendo bruto de 0,815 euros por ação.

 

Imagem de emaze.com

O vírus que nos afasta, morre com união

Vivemos tempos daqueles que pensámos só aconteceriam em filmes de ficção científica ou, como disse Rodrigo Guedes de Carvalho, que nos habituámos a pensar que “só acontece aos outros”. A ameaça está aqui, é real e á que combater este inimigo invisível.

Para evitar o contágio do Covid-19 deve seguir um conjunto de várias práticas:

Covid 19 - não vamos lá com dentes de alho e meias medidas

"Oh triste". Desde o início da tarde de ontem que este verso de uma moda não me sai da cabeça. Surgiu depois de ouvir comentários soltos na rua, no trabalho, nas redes sociais, e a moda ecoava, repetia, “Oh triste”.

Ontem cheguei a escrever que os portugueses não merecem Portugal. Apaguei. Percebi que são as pessoas que fazem o país, e isto ajuda a perceber muita coisa.

Páginas