Está aqui

Portugal

O Alentejo cresceu

A seguir a tendência nacional, segundo estimativas reveladas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativamente a 2017, o Alentejo cresceu acima da média nacional no que ao PIB- Produto Interno Bruto.

Com uma subida de 3,2%, o INE revela que, no Alentejo, este crescimento “foi influenciado pelo desempenho da indústria e energia, em especial pelo ramo da indústria de fabricação de coque e de produtos petrolíferos, atividade com especial importância nesta região”.

Almaraz fecha em 2021?

A central espanhola de Almaraz, junto ao Tejo e a cerca de 100km dos distritos de Portalegre e Castelo Branco, cumpre 40 anos em 2021 e os movimentos antinucleares e ambientalistas defendem o seu encerro nessa data.

Esta semana, o secretário de Estado da Energia do governo espanhol, José Domínguez, realizou um anúncio importante neste sentido e referiu que o governo espanhol não prevê alargar a vida útil de nenhuma das suas centrais nucleares para além dos 40 anos.

Ninguém ganhou a guerra, nem ninguém ganhará a próxima

Há exatamente 100 anos as balas calaram-se e deram lugar ao silêncio de 10 milhões de combatentes mortos e cerca de 20 milhões de mutilados.

5 de outubro: celebra-se Portugal... duas vezes

Pelo menos por duas vezes na História de Portugal que a data de 5 de outubro é uma data muito marcante: a que dá azo ao feriado de hoje, a data que marca a Implantação da República, e a da assinatura do Tratado de Zamora.
 
O Tratado de Zamora foi assinado há exatamente 875 anos marcou o início formal da independência nacional face a Castela. 
 

Quercus Portalegre luta contra armazém de resíduos nucleares Almaraz

Após a autorização das autoridades espanholas para a construção de armazém de resíduos nucleares perto da Central Nuclear de Almaraz, a Quercus de Portalegre mostrou-se insatisfeita com este acontecimento que pode esconder uma prorrogação da licença de funcionamento da central nuclear que termina em 2020, disse o ambientalista Nuno Sequeira, em declarações à Rádio Portalegre.

Universidade de Évora revela que Troika fez "perder" 13 a 19 mil bebés

Um estudo do Laboratório de Demografia da Universidade de Évora Portugal revela que, durante os anos da “Troika”, Portugal terá perdido entre 13 e 19 mil bebés devido ao aumento da emigração durante esses  anos.

Os dados foram apresentados ontem, sexta, numa conferência sobre demografia organizada pelo Conselho Económico e Social (CES), no Porto, e têm por base uma simulação feita pelo Laboratório de Demografia da academia alentejana.

Eurocidade Elvas, Campo Maior e Badajoz partilham serviços públicos

Já está decidida a primeira iniciativa da Eurocidade: a criação de um cartão de utente que se possa usar nas três localidades sem prejuízo para o cidadão, ou seja, qualquer cidadão que seja de Elvas ou Campo Maior, pode usufruir dos serviços municipais, preços e/ou condições de acesso em Badajoz que se fosse de lá, ou vice-versa.

A Eurocidade é composta por perto de 184.000 habitantes que vão ter este cartão disponível já este ano, além de um canal de informação e uma plataforma web.

Costa Vicentina: prospeção de petróleo travada

O Tribunal de Loulé decidiu travar a licença de prospeção de petróleo ao largo de Aljezur, na Costa Vicentina e que abrange Alentejo e Algarve, ao deferir uma providência cautelar que exigia a suspensão das operações de prospeção.

Em comunicado, o Partido Ecologista Os Verdes congratulou-se com a decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé e que, no entender do partido, vem dar força à luta que Os Verdes e associações ambientalistas e cívicas têm travado sobre esta matéria.

No Alentejo há um festival de cinema em locais improváveis

Já começou a 6.ª edição do Periferias - Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara.

Até 20 de agosto, e pelo sexto ano consecutivo, o festival mantem a aposta na itinerância e percorre aldeias e lugares históricos da raia luso-espanhola como Marvão, Valência de Alcântara, Galegos, Fontañera, Portagem, Beirã e Santo António das Areias, Cedillo e Castelo de Vide.

Futebol: I Liga com todos... menos o Alentejo

A edição 2018/19 da I Liga de futebol – a 85ª edição do Campeonato Nacional - teve ontem o pontapé de saída com o jogo entre Benfica e Vitória de Guimarães e, nesta edição - confirmada que foi, esta semana, pelos Tribunais, a subida do Santa Clara dos Açores – estão representadas todas as regiões nacionais exceto uma: o Alentejo.

Páginas