Está aqui

Política

Pacheco Pereira

Pacheco Pereira: A devassa de um modo de vida sob a forma de homenagem (que o visado não precisa e, estamos certos, tão pouco ambiciona).

 

Pelo menos Pacheco Pereira (PP) diz o que pensa!

Diz o que diz para lá da conveniência partidária ou do, e aqui sejamos convenientes, espírito da sua época.

Não é escravo da direita ou da esquerda - não defende em exclusivo as posições que melhor se adequam a qualquer dessas tendências. E não se inibe de opiniões fortes, pelo que nem sempre o centro é o seu projecto.

Mau arranque do ano letivo em Évora

O arranque do Ano letivo começa com muitas dificuldades no Distrito de Évora. Apresento alguns exemplos bem evidentes:

 

1 - Três escolas do concelho de Évora não iniciaram as aulas no dia 17 de setembro

Três escolas do concelho de Évora não iniciaram as aulas no dia 17 de setembro (último dia para a abertura oficial) devido à falta de assistentes operacionais.

O dia do indizível

Duas canções, um trecho de poesia de Aberto Caeiro e o dia do indizível (a tomada de posse de Donald Trump como presidente dos EUA) – relembrando o pesadelo.

Duas canções que não salvam nem confortam, mas que são incrivelmente belas; ficam como aviso:

Breathing (Kate Bush)     

Closing Time (Leonard Cohen)

-

Há problemas muito graves na ferrovia do Alentejo

Há poucos dias atrás tivemos audições com o Sr. Presidente da CP e com o Sr. Ministro do Planeamento e das Infraestruturas sobre a situação da ferrovia em Portugal. 

Esperava-se pelo menos um pedido de desculpas aos portugueses. No nosso caso um pedido de desculpas aos alentejano que:

a) têm sido sujeitos a atrasos gigantescos nas linhas do comboio da região. Nas linhas do Alentejo, os residentes desta região sabem que há sempre atrasos. Podem ser de 20 minutos ou de 2 horas. É impressionante!

Tribunal de Beja e Doutoramentos nos Politécnicos são “passos positivos”

O deputado socialista Pedro do Carmo – eleito pelo círculo de Beja – considera que os avanços para a construção do novo Tribunal de Beja e os Doutoramentos nos Politécnicos são “Passos positivos”.

Após a autorização da despesa de cerca de quatro milhões de euros para a construção do novo Palácio de Justiça de Beja, em comunicado enviado à redação, o deputado alentejano considera que “estão assim criadas condições para o lançamento do concurso público para a celebração do respetivo contrato de empreitada”.

A Grave a Falta de Limpeza das Estradas no Distrito de Évora

É Grave a Falta de Limpeza das Estradas Nacionais no Distrito de Évora.

A limpeza das faixas de gestão de combustível nas redes rodoviária e ferroviária é da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal (IP), empresa que está sob a tutela do Sr. Ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

É facilmente verificável que ao longo das Estradas Nacionais do Distrito de Évora não está a ser cumprida a Lei.

Caso Robles: saiu à casa

Já muito foi dito sobre Ricardo Robles, vereador do Bloco de Esquerda na Câmara de Lisboa, sobre as suas propriedades, as vendas, alugueres ou a especulação imobiliária. Adquirir um imóvel, recuperá-lo (ainda que por obrigação) e querer vendê-lo obtendo algum lucro é legítimo; os valores de um dos prédios de Robles terão sido: a compra por 347 mil euros, a remodelação por 650 mil e foi colocado à venda por 5,7 milhões, tudo em quatro anos. Neste caso, não será algum lucro, é muito, mas se alguém pagar, o problema é de quem paga.

Manter o Posto de Correios do CTT aberto em Viana do Alentejo

Foi com estupefação que a população de Viana do Alentejo recebeu a notícia da decisão do potencial encerramento da estação de correios que existe naquela localidade.

O eventual fecho da estação de correios lesa e prejudica o acesso daquela população, das suas organizações e das suas empresas a um importante serviço público.

Presidente da Distrital de Évora do PSD recandidata-se

Sónia Ramos, atual Presidente da Distrital de Évora do PSD, vai recandidatar-se ao cargo após ter feito um balanço positivo de ano e meio de mandato e diz que a Distrital “atingiu, na generalidade, os seus objetivos”.

O anúncio foi feito na assembleia distrital do partido e, em comunicado, enviado destaca, são destacadas algumas vitórias deste mandato como a recuperação de cerca de 300 militantes e a reativação de cinco secções concelhias.

Ainda sem data marcada, estas eleições dever-se-ão realizar em novembro.

 

 

Gritos D’alma do interior

O PSD fez recentemente as suas Jornadas Parlamentares na Guarda com o tema “Afirmação e Valorização do Interior”. 

A opção do local (bem no interior de Portugal) e do tema referido foram uma opção política. O interior, os territórios de baixa densidade, as regiões de convergência merecem muito mais. Merecem um trabalho político aprofundado.

Páginas