Está aqui

Política

Sabia que a primeira reunião dos capitães de abril decorreu no Alentejo?

A primeira reunião dos capitães de abril decorreu a 9 de setembro de 1973 no Monte do Sobral em Alcáçovas / concelho de Viana do Alentejo

No dia 9 de setembro de 1973, há precisamente 48 anos, decorreu a primeira reunião que juntou os capitães de abril.

Segundo relatos dos seus principais intervenientes, o ponto de encontro ocorreu nos jardins do Templo de Diana, em Évora, mas porque o local era demasiado visível, deslocaram-se para o Monte Sobral, uma quinta de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo.

Rui Rio, amanhã, em Portalegre

Amanhã, 16 de setembro, o líder do Partido Social Democrata, Rui Rio, estará em Portalegre.

O início da arruada está marcado para as 11h, junto ao Hotel José Régio, onde se juntará a Fermelinda Carvalho, candidata à câmara municipal, e outros membros da coligação PSD/CDS-PP do concelho.

 

Imagem de psd. pt

Desconfinamento: o que muda amanhã

Amanhã, Portugal conhece um novo capítulo no desconfinamento fruto de ter sido atingida a meta de 70% dos portugueses vacinados.

O atingir deste objetivo levou mesmo o Governo a reunir em Conselho de Ministros extraordinário, esta sexta-feira, e a antecipar algumas medidas já a partir de amanhã.

Para já, a máscara mantém-se na rua, uma vez que esta medida está dependente de decisão da Assembleia da República.

No entanto, restaurantes, cafés e pastelarias passam ter limite máximo de oito pessoas por grupo no interior e 15 pessoas por grupo em esplanadas.

The game is for the athletes

Questão de investigação: Existe e é prejudicial a promiscuidade entre a política e o futebol. Mas será que a política não tem nada a aprender com o desporto?

E os burros somos nós?

Qual a razão porque o Alentejo não foi contemplado nos descontos das portagens das autoestradas?

O mais recente modelo de descontos na taxa de portagem nas autoestradas que entrou em vigor há pouco tempo (1 de julho de 2021), trás consigo uma redução de 50% nalguns lanços das autoestradas A22 – Algarve; A23 – IP; A23 – Beira Interior; A24 – Interior Norte; A25 – Beiras Litoral e Alta; A28 – Norte Litoral; A4 – Subconcessão AE transmontana; A4 – Túnel do Marão; A13 e A13-1 – Subconcessão do Pinhal Interior

Cabrita para dar e vender

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, é efetivamente alguém impressionante!  Este ministro tem um ´´talento´´ especial em fazer todo o tipo de asneiras. É um verdadeiro superministro das argoladas e é o melhor que há para a oposição.

Mas uma coisa é certa, é sem dúvida o verdadeiro PRR deste Governo. Associado ao ministro existe sempre um verdadeiro Plano de Recuperação e Resiliência. Quando parece irremediavelmente perdido, lá acaba por ser salvo (mais uma vez) pelo Primeiro-ministro António Costa. Um amigo do coração!

Entre Évora e Alcáçovas, ou como se pode somar Amor!

Aos caros leitores, mas sobretudo aos meus amigos de longa data, aos familiares, colegas em geral e alcaçovenses em particular, gostaria de tecer alguns comentários sobre a candidatura que me fez persistir num projecto autárquico quando previamente pensado fazer uma pausa nestes desafios…

Para quando o novo o Hospital em Évora?

A pergunta que se deve colocar novamente é: para quando o arranque das obras de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em ÉVORA?

Já várias vezes foram anunciadas datas, todas elas foram claramente ultrapassadas, sem que nos tenham dado uma nova previsão. Penso que um esclarecimento não ficava nada mal ao Governo!

Há bem pouco tempo atrás tivemos a informação que seria necessário a elaboração de um Estudo de Impacto Ambiental (EIA). Quando questionei sobre a possibilidade de a obra avançar sem que o EIA estivesse elaborado, fui informado que era possível.

Carlos Zorrinho quer prevenir o impacto das alterações climáticas junto das populações vulneráveis

O eurodeputado alentejano, Carlos Zorrinho, quer União Europeia (UE) na primeira linha de apoio às populações vulneráveis com o Impacto das alterações climáticas.

Onde estão implementadas as medidas apresentadas há 3 anos atrás pelo ´´Movimento pelo Interior´´?

Precisamente há 3 anos atrás o Movimento pelo Interior (MPI) colocou os problemas destes territórios do interior na agenda política, dando início a um caminho que alguns dos seus representantes apelavam à "coragem política" para que fosse concretizado nas próximas legislaturas.

O respetivo relatório, foi apresentado em Lisboa, numa impressionante cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o primeiro-ministro, António Costa, e com o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

Páginas