Está aqui

Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal

Governo reajusta investimento na barragem do Pisão

O Governo reajustou os investimentos para estradas e a barragem do Pisão, tendo sido revistos em baixa em quase 200 milhões de euros, avança o jornal ECO.

De acordo com o Programa de Estabilidade entregue na madrugada na Assembleia da República, o investimento de 171 milhões de euros no aproveitamento hidráulico de fins múltiplos do Crato foi redimensionado e passou a ter alocado um investimento de 120 milhões de euros.

Governo destina 40 milhões de euros para Emergência e Proteção Civil

O Governo vai investir 40 milhões de euros na área da Administração Interna, mais concretamente no sistema de Emergência e Proteção Civil, que tem sido uma das prioridades do ministério, e que se materializa no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Évora defende financiamento para cluster na saúde no Alentejo

A Câmara Municipal de Évora defendeu hoje que o apoio e financiamento de um “cluster” na área da Saúde para o Alentejo deveria constar do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), cuja consulta pública terminou ontem, 1 de março.

Segundo a Lusa, a autarquia afirmou que “é nosso parecer que a atual proposta de PRR não responde às necessidades essenciais de Évora, do Alentejo e do país para combater a crise social e económica, alavancar a retoma e apontar novos caminhos de desenvolvimento que a pandemia evidenciou. É, portanto, fundamental alterar o PRR”.

Governo quer erradicar problemas habitacionais de 14.705 famílias

A Câmara Municipal de Évora e a HabEvora, empresa de habitação municipal, assim como outras 24 câmaras, assinaram contratos com o Governo para resolver os problemas habitacionais de 14.705 famílias, num investimento de 710 milhões de euros, avança o Público.

De acordo com o jornal, o Governo quer resolver os problemas de carências habitacionais a 26 mil famílias até 2024 através do programa que apresenta no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), onde inscreve os 1251 milhões de euros que pretende ir buscar em subvenções para executar o programa de apoio ao acesso à habitação.

Governo investe 171 milhões de euros para diminuir seca no Alentejo

O Governo vai investir 441 milhões de euros para aumentar a eficiência hídrica e nos processos de adaptação à seca no Algarve, Alentejo e Madeira, de acordo com o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) de Portugal.

Segundo o portal Postal, no documento o Governo considera que é preciso “mitigar a escassez hídrica e assegurar a resiliência dos territórios do Algarve, Alentejo e Madeira, as regiões com maior necessidade de intervenção em Portugal”.